Grupo distribui 16 mil livros nos terminais de ônibus de Guarulhos

Ação será feita no Terminal São João e em mais dois locais

Ação será feita para comemorar o dia do livro, celebrado em 23 de abril

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

Para comemorar o Dia Mundial do Livro, celebrado em 23 de abril, serão distribuídos 16 mil livros nos terminais de ônibus de Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo. A ação será realizada de 23 a 27 de abril de 2018. A iniciativa tem como objetivo incentivar a leitura, pois após ler, a orientação é deixar o exemplar em outro local público.

A iniciativa é uma ação do projeto Viajando na Leitura, aprovado pelo Ministério da Cultura, e realizado pelo Grupo Projetos de Leitura em parceria com a Guarupass (Associação das Concessionárias de Transporte Urbano de Passageiros de Guarulhos e Região).

Segundo informações da organização da ação, esse é o terceiro ano do projeto em Guarulhos. A distribuição será feita nos seguintes locais e horários:

– Terminal Pimentas: no dia 23, das 8h às 12h e no dia 24, das 13h às 17h.

– Terminal São João: no dia 25, das 8h às 12h e no dia 26, das 13h às 17h.

– Terminal CECAP: dia 27, das 9h às 13h.

“A ideia é que os usuários leiam durante as viagens, levem o livro para ler com os filhos e depois os deixem em um ônibus ou em algum terminal, para que outras pessoas tenham oportunidade de leitura” – disse Marcio Roberto Pacheco, diretor executivo da Guarupass.

Segundo informações da organização, o autor do projeto, o escritor Laé de Souza estará presente para acompanhar a equipe e conversar com os leitores em todos os locais listados.

“Serão doados no projeto 16.000 exemplares para o público infantil, juvenil e adulto com a finalidade de fomentar a leitura e promover a circulação dos livros doados. Nos exemplares, o leitor encontrará uma tarja na capa, com a frase: ‘LEIA-ME E ME ESQUEÇA POR AÍ’ e, na primeira página, a informação que, após a leitura ‘esqueça’ o livro em outro local, para dar continuidade ao projeto” – informou a organização, em nota.

Os livros distribuídos são ilustrados e trazem histórias que têm como objetivo estimular a criatividade de crianças e adultos. “Facilitar o acesso aos livros é uma das maneiras de incentivar a leitura. A proximidade com o livro permite que o indivíduo desenvolva melhor a sua ortografia, imaginação, criatividade e a possibilidade de desfrutar de muitas histórias interessantes. Faz muito bem à criança ter a leitura de um livro compartilhada com os seus pais. Sair para o trabalho, passeio ou voltar para casa e receber um livro pode criar curiosidade e despertar o interesse pela leitura e quem sabe criar o hábito de ler com os filhos. Por que não? ” – disse Laé de Souza.

O autor do projeto é cronista, dramaturgo, produtor cultural, bacharel em Direito e Administração de Empresas, autor de vários projetos de incentivo à leitura, de livros infantis, juvenis e adultos e coordenador do Grupo Projetos de Leitura há vinte anos.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta