Empresa maranhense retira 15 ônibus de circulação da Zona Norte de Teresina

Coletivos estavam na garagem da empresa Emvipi

Transpremium, do Maranhão, não teria recebido o pagamento dos veículos com ar-condicionado e pegou os coletivos ‘de volta’

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

A empresa maranhense Transpremium retirou 15 ônibus de circulação da Zona Norte de Teresina, no Piauí. Em clima de confusão, seguranças orientaram motoristas e cobradores a descerem do veículo já na garagem da empresa Emvipi, que opera os coletivos no bairro Santa Maria da Codipi.

Os veículos estavam sendo operados pelo Consórcio Poty, que é responsável pelas linhas do transporte coletivo na zona Norte de Teresina.

Segundo informações do portal Cidadeverde.com, os representantes da empresa do Maranhão chegaram à garagem nas primeiras horas da noite desta sexta-feira, 13 de abril de 2018. O presidente do Sintetro (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí), Fernando Feijão, informou ao portal que tudo foi feito de forma abrupta.

De acordo com o sindicalista, é possível que a devolução dos ônibus tenha sido feita porque os veículos com ar-condicionado não foram pagos à empresa Transpremium. Contudo, Feijão tentará uma reunião com o Setut (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina).

A Polícia Militar foi acionada para acompanhar a situação. Segundo publicação do portal Cidadeverde.com, a tomada dos veículos ocorreu até o início da madrugada, após o último ônibus finalizar o itinerário.

Em nota, a Strans (Superintendência Municipal de Transportes Públicos de Teresina) informou ao portal que intimou os representantes do consórcio para que tomem providências. Segundo a Superintendência, 90 ônibus atendem a região Norte.

A previsão dada pelo órgão é de que o problema seja solucionado até a segunda-feira, 16 de abril de 2018. Confira a nota da Strans na íntegra:

A Superintendência Municipal de Transportes Públicos de Teresina (Strans) informa que, ao tomar conhecimento da retirada dos ônibus que atendem a população da zona Norte da capital, intimou os representantes do referido consórcio para que os mesmos tomassem providências para que os usuários do transporte público não ficassem prejudicados. Ao todo, 90 ônibus atendem a região Norte da cidade. Do total, 15 foram retirados de circulação por um dos sócios do Consórcio. É importante destacar que a retirada dos veículos não foi ocasionada por problemas no sistema, mas sim pela falta de entendimento entre os sócios da empresa que operam na região. O superintendente da Strans, Carlos Daniel, ressalta que, a expectativa é de que o problema seja solucionado ainda na segunda-feira e, assim, não acarretará prejuízos aos moradores da região.

1 comentário em Empresa maranhense retira 15 ônibus de circulação da Zona Norte de Teresina

  1. Não sou causídico e nem jurista, mas tenho a impressão de que o Poder Público, diante de tal ameaça, poderá tomar decisões drásticas que poderiam até prejudicar a ambas as partes em litígio. Será melhor que encontrem uma solução de consenso, porque quem faz greve é trabalhador e assim mesmo com restrições quando se trata de serviços públicos e isto valerá, até mesmo, para categoria intermediária de “serviços de interesse público”. Rogerio Belda P.S. – Embora eu não seja causídico, estou há muito tempo circulando nestas vias públicas e nas de “interesse público” , embora, estas sejam bem menos conhecidas…

1 Trackback / Pingback

  1. Ônibus retirados de circulação da Zona Norte de Teresina voltam a circular – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: