Três ônibus são incendiados em Belo Horizonte

Ninguém ficou ferido

Ataques ocorreram em Brumadinho, Contagem e no bairro Juliana, na região Norte da capital de Minas Gerais

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

Três ônibus foram incendiados na madrugada desta quinta-feira, 12 de abril de 2018, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os veículos atingidos pelo fogo estavam em Brumadinho, Contagem e no bairro Juliana, na região Norte da capital de Minas Gerais. Ninguém ficou ferido.

Segundo informações publicadas pelo portal Hoje em Dia, os suspeitos deixaram um bilhete em uma das ocorrências. A nota descrevia as condições do Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem.

O ataque que ocorreu em Contagem teve como alvo o ônibus que operava a linha 303, no bairro Colonial. O motorista já estava dirigindo em direção à garagem, quando foi abordado por um casal de jovens.

O condutor foi questionado para onde estava indo e, sob a mira de uma arma, foi ameaçado e obrigado a descer do veículo. Segundo informações da polícia, ao descer, o motorista recebeu uma carta reclamações de detentos sobre a situação da Penitenciária Nelson Hungria.

A vítima informou à polícia que o casal de suspeitos jogou um líquido inflamável no coletivo e ateou fogo. O motorista também disse que os criminosos fugiram em um carro que estava dando cobertura, no momento do crime.

O ataque que ocorreu em Brumadinho, no bairro Aranha, foi próximo à casa do motorista que trabalhava com o veículo e parou o veículo nas imediações de sua residência. Não há informações sobre a linha que operava.

O terceiro veículo, por sua vez, foi incendiado na Rua Cissus, no bairro Juliana, na região Norte de Belo Horizonte. Neste caso, foi um micro-ônibus, queimado em frente ao Fetaemg (Centro de Estudos Sindicais da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais).

O coletivo transportava passageiros do Norte de Minas para participar de um evento de agronegócios, segundo publicação do portal Hoje em Dia.

De acordo com a Polícia Militar, ainda não é possível dizer se os três ataques estavam ligados. Em nota, a Seap (Secretaria de Estado de Administração Prisional)a Polícia Civil ainda não concluiu as investigações sobre os ataques.

“A pasta está acompanhando o andamento dos casos e esclarece que todas as denúncias que chegam formalmente à Seap sobre a conduta profissional de seus servidores são devidamente apuradas nos termos da lei.”

OUTROS ATAQUES

Em Fortaleza, um ônibus foi atacado na noite de quarta-feira, 11 de abril de 2018, no bairro Quintino Cunha. De acordo com a polícia, três homens tentaram por fogo no veículo, mas as chamas foram controladas por funcionários e pela população.

Parte do veículo foi danificada pelo fogo e o Corpo de Bombeiros fez o rescaldo, mas ninguém ficou ferido. Antes de incendiar o veículo, os suspeitos mandaram todos os passageiros descerem do coletivo. A polícia não localizou os autores do crime.

Esse não foi o primeiro ataque a ônibus em Fortaleza. Em março, mais de dez veículos foram atacados. Seis pessoas foram presas por esses atos criminosos.

RELEMBRE: Fortaleza tem frota reduzida neste domingo e ônibus operam em comboio por causa de ataques

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Em dez anos, 70 ônibus foram queimados em Belo Horizonte, segundo sindicato – Diário do Transporte
  2. Número de ônibus incendiados na Região Metropolitana de Belo Horizonte chega a seis em uma semana – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: