Ônibus da Linha Turismo ganha novo ponto de parada, em Curitiba

Ingressos custam R$ 45 e podem ser comprados apenas em dinheiro

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

Os coletivos da Linha Turismo, em Curitiba, terão uma mudança a partir desta quinta-feira, 12 de abril de 2018. Os ônibus agora vão atender um novo ponto de parada no Mercado Municipal.

Segundo informações da Prefeitura, o ônibus vai sair da Avenida Affonso Camargo e passar pela a Avenida Sete de Setembro, em frente ao mercado. A mudança também vai refletir no trânsito de veículos particulares.

A faixa da esquerda da Avenida Sete de Setembro, entre as ruas da Paz e Doutor Faivre, terá inversão de sentido. Os veículos que seguirem pela Rua da Paz vão poder virar à esquerda na Sete de Setembro e chegar à Mariano Torres, via que antes tinha sentido proibido.

A Prefeitura informou também que agentes de trânsito estarão no local para orientar os motoristas nos primeiros dias após a inversão do sentido da via, no trecho.

A mudança é uma solicitação da Secretaria Municipal do Abastecimento, com o intuito de melhorar o acesso dos passageiros da Linha Turismo ao Mercado Municipal. “É um pedido antigo dos comerciantes que a Linha Turismo pare em um ponto de maior visibilidade” – disse o secretário municipal do Abastecimento, Luiz Gusi, por meio de nota.

A mudança foi aceita pela Urbs (Urbanização de Curitiba S/A), que gerencia a Linha Turismo. “Com a alteração do tráfego, que possibilitará a parada dos ônibus na Sete de Setembro, a rota fica até melhor” – afirmou o gestor de Operações do Transporte, Ismael França.

SOBRE A LINHA

A Linha Turismo passa por 25 pontos de embarque e desembarque, com um roteiro de quase três horas. O trajeto tem início na Praça Tiradentes, com partidas a cada 30 minutos. Os ingressos custam R$ 45 e podem ser comprados apenas em dinheiro, em qualquer ponto de embarque.

1 comentário em Ônibus da Linha Turismo ganha novo ponto de parada, em Curitiba

  1. Caramba, como ficou cara a linha Turistica!
    Estando em 2 pessoas ou mais, é melhor alugar um carro e fazer todas as paradas com mais autonimia

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: