Empresas de ônibus de Maceió registram queda de 1,2 milhão de passageiros

Dados do Sinturb comparam o primeiro trimestre de 2018 com o mesmo período do ano anterior

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE*

*Com informações do G1

As empresas de ônibus de Maceió registraram uma queda de 7% no número de passageiros. Os dados são do Sinturb (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros) e foram obtidos por meio da comparação de usuários no primeiro trimestre de 2018 com o mesmo período do ano anterior.

O percentual representa, em média, 1,2 milhão (1.245.635) de passageiros a menos. Em janeiro, foram 5.523.821 passageiros pagantes, segundo dados do sindicato. No mesmo período do ano passado, foram 5.995.417.

As empresas consideram fevereiro o pior mês para operar, pois neste ano apenas 4.954.278 passageiros utilizaram o sistema. Em 2017, o número foi de 5.526.326. Em março, foram 5.860.634.

Desde 2015, data em que as quatro empresas que operam na cidade assinaram o contrato de licitação, registraram uma queda total de 19% no número de usuários do transporte coletivo. Em 2014, o trimestre tinha em média 20.146.567 passageiros. No mesmo período de 2018, a média foi de 16.338.734.

De acordo com informações do Sinturb, os transportes clandestinos de Maceió contribuem para essa queda. No período em que a diminuição foi constatada, foram flagrados 70 veículos fazendo o transporte irregular de passageiros.

“Em todos os anos de operação em Maceió as empresas nunca transportaram tão poucos passageiros. A preocupação é que de quatro anos para cá o transporte clandestino ganhou força nas ruas. Uma prática ilegal está atuando e precisa perder força” – disse Toni Melo, gerente do Sinturb.

1 comentário em Empresas de ônibus de Maceió registram queda de 1,2 milhão de passageiros

  1. O transporte clandestino é uma causa e também agravante, juntamente com outros fatores como redução da atividade econômica acarretando até o controle de gastos não essenciais.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: