Estações do Metrô de São Paulo recebem atrações culturais em abril

Locais terão exposições fotográficas, pinturas em tela, artesanato e outras atrações

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

As estações do Metrô de São Paulo terão atrações culturais em abril. Os locais receberão exposições de fotografia, pinturas em tela e artesanato. A programação integra o projeto Linha da Cultura, criado com o objetivo de trazer expressões artísticas aos passageiros da rede metroviária.

Confira a programação divulgada pelo Metrô:

– Até o fim de abril, a Vitrine Cultural da Estação Trianon-Masp (Linha 2-Verde) traz uma prévia da exposição “Maria Auxiliadora: vida cotidiana, pintura e resistência”, em cartaz no Museu de Arte de São Paulo – MASP. As imagens fazem parte do acervo que resgata a história da pintora paulistana através de pinturas, documentos raros e registros de sua trajetória, marcada por obras de temáticas afro-brasileiras.

– Em clima de celebração dos 110 anos da imigração japonesa no Brasil, a Vitrine Cultural da Estação São Bento (Linha 1-Azul) recebe, em 10 de abril, artesanatos que homenageiam a cultura do país asiático. Quem passar pelo espaço, que fica na plataforma sentido Jabaquara, poderá conferir miniaturas de símbolos marcantes como o “Torii”, tradicional portão dos templos xintoístas, ou o famoso barco Kasato Maru, que trouxe os primeiros imigrantes para São Paulo em 1908.

– Na Estação República (Linha 3-Vermelha), o destino é o leste europeu. A partir do dia 10 de abril, os usuários do Metrô poderão conferir a exposição fotográfica “Belezas da Hungria”, que reúne imagens de paisagens naturais do país, como o Lago Balaton e a Curva de Danúbio, além da capital, Budapeste, com cenários que transitam entre a modernidade e pontos históricos como o prédio do Parlamento Húngaro e o Castelo Medieval de Boldogkö, no interior do território.

– A exposição “A Cidade, A Dança, As Mulheres” desembarca na Estação República em 10 de abril.  A mostra faz parte do festival “Visões Urbanas”, que leva apresentações de dança para cenários da metrópole. Serão apresentadas 15 fotografias de Fabio Pazzini e Carol Cury (feitas ao longo de dez edições do festival) que destacam o trabalho de bailarinas e coreógrafos de diferentes gerações, sempre colocando as mulheres e a cidade de São Paulo como protagonistas.

– Também na Estação República, a mostra “Circo dos Sonhos” retrata em 29 imagens a trajetória da trupe que dá nome a exposição. Fundado pela Família Jardim, que tem mais de 30 anos de tradição circense, o Circo dos Sonhos tem uma das melhores estruturas para eventos e espetáculos do tipo, com mais de 2,8 milhões de expectadores desde 2004. Os registros chegam à estação em 10 de abril.

– Os usuários que passarem pela Estação Santa Cecília (Linha 3-Vermelha) poderão apreciar as obras do artista plástico gaúcho Clóvis Camargo Machado. A exposição “Reflexivo” fica na área de exposições entre 10 e 30 de abril e apresenta 25 obras de pintura a óleo, além de três esculturas. A mostra tem como característica principal o contraste entre ambientes coloridos e personagens introspectivos. “Minhas telas possuem a tristeza dos sentimentos e a alegria dos tons”, revela o artista que se inspira na arte urbana, e em nomes consagrados como Lasar Segall e Roberto Magalhães.

Veja a programação completa da Linha da Cultura no link abaixo:

http://www.metro.sp.gov.br/cultura/linha-cultura/programacao.aspx.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: