Fiscalização em transportes rodoviários de Manaus constata 914 irregularidades

Fiscalização autuou táxis, ônibus e micro-ônibus

Operação Páscoa foi realizada pela Arsam, com apoio do Detran e da Polícia Militar

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

Uma fiscalização feita pela Arsam (Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas) constatou 914 irregularidades nos transportes rodoviários intermunicipais, nas principais saídas de Manaus. A chamada Operação Páscoa foi realizada durante uma semana e terminou nesta segunda-feira, 2 de abril de 2018.

A operação envolveu a fiscalização de diversos tipos de transporte. Ao todo, foram identificados 781 táxis intermunicipais irregulares, 36 ônibus e micro-ônibus fretados e 97 ônibus de linha, todos com algum tipo de irregularidade.

Entre os problemas encontrados, estão documentação do veículo irregular, excedida a quantidade máxima de passageiros permitida por lei e pneus em mau estado de conservação. A Arsam também verifica se os táxis intermunicipais estão com o selo oficial da Agência Reguladora no para-brisa. Desta forma, é possível identificar veículos clandestinos.

Para realizar a operação, foram unidas as forças de 50 técnicos da Arsam, em turnos intercalados, com apoio da Polícia Militar e do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) do Amazonas.

A fiscalização abrangeu os principais pontos de entrada e saída de veículos em Manaus. Os agentes se posicionaram na rodovia Huascar Angelim, na ponte Phelippe Daou, no entroncamento das rodovias AM-010 e BR-174, e no km 30 da AM-010.

Ao todo, foram 7.052 veículos fiscalizados. Segundo informações da Arsam, esse total foi responsável pelo transporte de 42,3 mil passageiros que viajaram para fora de Manaus no feriado de Páscoa.

As cidades mais visitadas foram Itapiranga, Itacoatiara, Manacapuru, Presidente Figueiredo, Novo Airão, Iranduba e Rio Preto da Eva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: