Rodovias federais têm carnaval menos violento dos últimos 4 anos

Foto: PRF (divulgação)

Número de mortos caiu 31% durante o carnaval deste ano, segundo Polícia Rodoviária Federal

ALEXANDRE PELEGI

O carnaval de 2018 deixou 103 mortos nas rodovias federais. Apesar do número elevado, os dados da Polícia Rodoviária Federal apontam que este foi o carnaval menos violento dos últimos 4 anos nas estradas federais. No ano passado o número de óbitos chegou a 150.

O período em que os dados foram registrados está compreendido entre a sexta-feira, dia 9 de fevereiro, e esta quarta-feira, dia 14.

No comparativo entre os dois carnavais, de 2017 e 2018, houve, portanto, redução de 31% no número de mortes.

Houve queda também nos acidentes graves, que são aqueles que, além de óbitos, registram as vítimas graves: queda de 16%. E o número total de acidentes ficou 14% menor.

Já o total de feridos em consequência de acidentes chegou a 1.524 pessoas em 2018, contra 1.792 em 2017, ou seja, redução de 15%.

Outra ação da PRF foi o reforço das equipes nos estados da Bahia, Minas Gerais e Santa Catarina. Em 2017, esses estados registraram 30% das mortes no Carnaval.

RODOVIAS ESTADUAIS ADMINISTRADAS PELA ARTERIS: SEM MORTES NO CARNAVAL

As cinco rodovias do estado de SP administradas pelo Grupo Arteris – Autovias, Centrovias, Intervias, Vianorte e ViaPaulista, atravessaram os dias 09 e 14 de fevereiro sem nenhum registro de morte em seus trechos.

O volume de acidentes caiu em 18%: em 2017 ocorreram 77 acidentes, contra 65 no carnaval deste ano.

Elvis Granzotti, gerente de operações da Arteris, afirma que o reforço das equipes de atendimento das rodovias durante o feriado e as campanhas de conscientização foram fundamentais para essa melhora nos índices.

Granzotti afirma também que as parcerias com a Polícia Rodoviária Federal e o Corpo de Bombeiros também contribuíram com a fiscalização e atendimentos emergenciais.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: