Sistema de transportes de Cuiabá terá biometria facial em todos os ônibus para evitar fraudes

Custos de implantação serão bancados pelas empresas

Autorização foi concedida pela Arsec. Não há previsão para toda a frota contar com os equipamentos

ADAMO BAZANI

A Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá – Arsec autorizou a colocação de tecnologia de biometria facial em todos os ônibus do sistema.

Em decreto publicado no Diário Oficial de Contas, a Arsec afirma que a medida se dá pela necessidade de maior controle e fiscalização mais eficiente sobre o uso de descontos tarifários e gratuidades, como a idosos, portadores de deficiência ou doenças crônicas com risco de morte e estudantes, por exemplo.

“Considerando a necessidade de se exercer o efetivo controle do uso dos benefícios tarifários – a isenção tarifária (gratuidades) e a redução tarifária – de forma a coibir o uso indevido ou fraudulento do Cartão Eletrônico de Bilhetagem Eletrônica e, assim, promover a prática de uma justa política de benefícios no âmbito do transporte coletivo de passageiros”

Pelo sistema de biometria, fotos dos passageiros são tiradas no momento em que o usuário encosta o cartão com a gratuidade. As imagens são comparadas à foto cadastrada do passageiro.

Caso haja incompatibilidade, o benefício será suspenso por 60 dias após o registro da primeira incompatibilidade, por 180 dias quando houver o segundo registro e, até por 360 dias, a partir da terceira ocorrência.

Havendo a identificação de suspeita de fraude e o bloqueio, o passageiro será notificado pela MTU – Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos, que reúne as empresas de ônibus. Após a notificação, o passageiro terá dez dias para fazer novo cadastro.

Os custos de implantação, a realização do cadastro dos usuários e a manutenção do sistema ficarão a cargo dos empresários de ônibus.

Atualmente, há equipamentos em 92 ônibus do sistema.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta