Alckmin e Doria querem conceder marginais e não está descartada cobrança de pedágio

Simulação de gradil na região da raia Olímpica da USP

Modelo seria por meio de PPP – Parceria Público-privada  ou concessão

ADAMO BAZANI

As marginais dos rios Pinheiros e Tietê podem ser de responsabilidade da iniciativa privada.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito, João Doria, estiveram reunidos na manhã desta segunda-feira, 08 de maio de 2017, e conversaram sobre o assunto.

O modelo pode ser por concessão ou Parceria Público-Privada.

Após a reunião, em coletiva de imprensa na prefeitura, Doria afirmou que foi uma conversa preliminar e que o modelo ainda está sendo desenhado. Não está descartada cobrança de pedágio. Segundo Doria, a forma de compensação à empresa que assumir as marginais ainda será definida como o “amadurecimento da ideia” e a cobrança de pedágionão foi discutida na reunião.

Poder público e empresas privadas debateram sobre a possibilidade.

Estiveram no encontro, o diretor-presidente da Concessionária ViaOeste, do Grupo CCR, que administra as Rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares, Flávio Carvalo; diretor-geral da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), Elival da Silva Ramos, o secretário municipal de Serviços e Obras, Marcos Penido, o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Sérgio Avelleda; e o secretário municipal de Justiça, Anderson Pomini.

Em sua conta no Facebook, Doria anunciou “a retirada do muro da raia olímpica da USP na Marginal Pinheiros, que será substituído por um gradil, permitindo que as pessoas voltem a admirar a beleza da raia que esteve escondida por 21 anos. Além disso, realizaremos um projeto de revitalização da área, com paisagismo, iluminação e construção de uma pista de corrida. Mais um projeto com custo zero para a Prefeitura graças ao apoio de empresas cidadãs.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

8 comentários em Alckmin e Doria querem conceder marginais e não está descartada cobrança de pedágio

  1. Com a conclusão do Rodoanel Norte grande parte do transito rodoviário que cruza a cidade pelas marginais deixará de faze-lo.
    Sobrará então o transito urbano, que durante um período curto estará fluindo bem.
    Porém, isso motivará o aumento do fluxo por novos usuários como aconteceu na av. dos Bandeirantes após a inauguração do Rodoanel Sul.
    No caso de pedágio, novas obras poderiam trazer maior eficiência do sistema viário como: segregação do trânsito de passagem em relação ao local, novas pontes, novos acessos. e na marginal do rio Pinheiros mais pistas, e quem sabe seu prolongamento.
    Mas o que seria muito util a Cidade seriam corredores de onibus e quem sabe a inclusão das avenidas que contornam o centro expandido como parte das melhorias viárias, eliminando cruzamentos, e fazendo que o anel viário da Cidade tivesse boas condições de uso.
    Outra coisa de grande importância a ser desenvolvido seria o uso dos rios para a navegação, que talvez possa ser incluido no projeto.

    • Toda melhoria é válida… mas o pedágio não é uma melhoria , creio que jamais será , tendo em vista os tributos absurdos que a população já paga …não tem como defender pedágio em espaço urbano .

  2. Hélio J. Pereira // 8 de maio de 2017 às 15:45 // Responder

    Pois é, nossa Cidade está um Lixo completo, Ruas esburacadas,praças cheias de mato, principalmente na periferia, Postos de saúde sem muitos tipos de remédios, Ruas escuras com péssima iluminação e com os Postes e pontos de ônibus cheios de propaganda irregular, ônibus que circulam com atraso,super-lotados e com péssima manutenção e o aumento da velocidade nas Marginais que resultou em um número quase 100% maior de acidentes e vitimas fatais ! Agora o Prefeito vem com este papo de colocar Pedágio nas Marginais, desrespeitando os eleitores que caíram na besteira de lhe dar o voto em 2016 !
    Pobre São Paulo Cinza …

  3. Criar e cobrar pedágios extorsivos é uma das perversas especialidades dessa quadrilha do PSDB, esse governador tucanóquio só pensa em criar pedágios e entregá-los para ser explorados por seus comparsas.

  4. Amigos, boa noite.

    Vamos ao que interessa, um comentário VAPT VUPT.

    O brasileiro e o paulistano não suportam e não vão ágar mais nem 1 centavo de imposto, tarifa, taxa, pedágio ou escambal.

    Ou precisa desenhar.

    O prefeito tem de fazer o que realmente tem de fazer.

    Faça uma visita na Avenida Gastão Vidigal, Av. Manuel Bandeira e Av. José Cesar de Oliveira e veja o estado de decomposição que está esta regiãos, causando insegurança aos cidadãos.

    Não posso afirmar o que é, mas me parece que é uma nova cracolândia.

    Por que o serviço social da PMSP não faz nada para resolver esta situação degradante que está esta região.

    A cidade universitária já sofre com a insegurança com muros, imaginem só com grades.

    É lamentável que para presidente, governador, prefeito, senador, vereador e deputado e tudo mais, NÃO É EXIGIDO EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO como é exigido para qualquer função remunerada.

    Ah e não esqueça de devolver o meu saldo do BU que foi roubado quando eu fui assaltado em 22.01.17.

    Até agora não recebi resposta das cartas que enviei á SMT e a SPTrans.

    É a síndrome da PPP.

    Mais imposto, NUNCA.

    Att,

    Paulo Gil

  5. Humberto da costa Escaler // 9 de maio de 2017 às 08:17 // Responder

    Esse prefeito so pensa em cobrar cobrar cobrar. Fazer o que é bom ,nada .Ate agora não vi nada o que ele fez,nada além da sua obrigação.Estamos ferrados mesmo.

  6. Toma povo!!!! Mais uma conta pra vcs pagar…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: