Roubos a ônibus cresceram 14% em Salvador

Segundo informações da Polícia Civil entre janeiro e abril deste ano 800 ônibus foram assaltados na capital da Bahia

ALEXANDRE PELEGI

A insegurança nos ônibus do sistema de transporte urbano continua a crescer no país. Várias capitais têm apontado um recrudescimento nesse tipo de criminalidade, com especial destaque para roubos e assaltos dentro de ônibus, em terminais e no entorno do sistema. Salvador, capital da Bahia, não é diferente.

As informações são do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc), da Polícia Civil da Bahia: de 1º de janeiro a 17 de abril deste ano houve um aumento de 14% no número de assaltos a ônibus quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Pelos dados do Gerrc, 800 ônibus foram assaltados na capital, ao passo que em 2016 o número tinha sido de 710.

A Operação Gêmeos, da Polícia Militar da Bahia, criada para coibir assaltos em transportes coletivos, efetuou a prisão em flagrante de 174 criminosos entre 1º de janeiro e 4 de maio. Foram apreendidos 37 adolescentes e recolhidas 34 armas de fogo.

A Polícia Militar da Bahia afirma ser constante as abordagens preventivas e operações nos pontos de ônibus e em ônibus que circulam em Salvador. Como resultado de parceria com o Gerrc da Polícia Civil, a PM baiana afirma que “as abordagens ao transporte coletivo têm sido intensificadas com base nas ocorrências de furtos e roubos em relação aos horários dos delitos, linhas de ônibus, forma de atuação dos criminosos e descrição de características físicas”.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: