Relatório aponta 61 mortes no trânsito de Florianópolis em 2016

Alta velocidade e ingestão de bebidas alcoólicas estão entre as p´rincipais causas de acidentes em Florianópolis Daniel Valente/ND

Beber e dirigir continua sendo uma das principais causas dos acidentes de trânsito na capital catarinense

ALEXANDRE PELEGI

O relatório foi divulgado esta semana pela “Rede Vida no Trânsito”, uma associação cujo objetivo é reduzir o número de mortes e vítimas graves relacionadas ao trânsito na capital de Santa Catarina. Pelos dados divulgados, somente no ano passado foram 117 acidentes (incluindo-se atropelamentos), com 61 mortes.

O mais grave, segundo o relatório, é a forte relação entre álcool e direção como uma das grandes causas de ocorrências no trânsito local. Em 43% dos casos apontados, ao menos um dos envolvidos havia consumido álcool antes do ocorrido. A grande maioria era jovem e do sexo masculino, entre 20 e 29 anos de idade.

Entre 2013 e 2016 foram 232 mortes no trânsito somente em Florianópolis.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: