Cobradora de ônibus que usava cartão de gratuidade indevidamente é presa em Curitiba

Acusada liberava catraca com cartão da Urbs e ficava com dinheiro dos passageiros

ADAMO BAZANI

A GMC- Guarda Municipal de Curitiba prendeu na quinta-feira, 30 de março de 2017, uma cobradora de ônibus do sistema de Curitiba que fraudava o uso de gratuidades.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher usava um cartão de isento para liberar a catraca, mas ficava com dinheiro dos passageiros.

A suspeita é mulher de um motorista de ônibus e utilizava o cartão do marido.

De acordo com informações da Urbs – Urbanização de Curitiba S. A., gerenciadora do sistema, a cobradora usava em torno de 60 vezes por dia o cartão do marido. A prática vinha sendo cometida há pelo menos dois meses.

A cobradora trabalhava numa estação tubo da região central. Ela foi presa, indiciada por furto qualificado, mas vai responder em liberdade.

 Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

3 comentários em Cobradora de ônibus que usava cartão de gratuidade indevidamente é presa em Curitiba

  1. Amigos, bom dia.

    60 vezes por dia o mesmo cartão.

    Esta é a prova cabal de que o Sistema de controle do BU de Curitiba, NÃO EXISTE.

    Sem mais delongas.

    Nooooooooooooooooooossa.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Quando a fraude vem de quem está dentro do sistema, mesmo que em um cargo operacional, demonstra o tamanho do esforço necessário para combater este tipo de crime. Lamentável!

  3. isso é mais comum do que nota de 2 reais. A maioria dos cobradores fazem isso, é a farra do boi.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: