Presidente do TJ libera a tarifa de R$ 3,85 em Santos

Valor da passagem marca disputa jurídica desde o início do ano

ADAMO BAZANI

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Paulo Dimas Mascaretti, autorizou que a Prefeitura de Santos e a Viação Piracicabana aumentem a tarifa de ônibus para R$ 3,85, valor determinado pela prefeitura e que entrou em vigor no dia 8 de janeiro, mas que tinha sido suspenso.

A prefeitura havia determinado a tarifa em janeiro, mas no dia 18 de fevereiro, a juíza Patrícia Naha, da 2ª Vara da Fazenda Pública em Santos, atendendo ao pedido da Defensoria Pública contra o reajuste de 18,46%, acima da inflação anual porque há dois anos não havia reajuste, determinou um novo valor R$ 3,45, que entrou vigor no dia 20 de janeiro.

A Viação Piracicabana e a prefeitura de Santos entraram com recursos contra decisão, mas perderam no tribunal de justiça.

Por se tratar de uma matéria de interesse público coletivo, a prefeitura recorreu à presidência do Tribunal de Justiça, que deu ganho de causa à empresa de ônibus e à administração municipal.

O presidente do TJ acredita que a manutenção de R$ 3,45 poderia causar desequilíbrio econômico e financeiro são sistema.

A Defensoria Pública diz que ainda pode recorrer.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Presidente do TJ libera a tarifa de R$ 3,85 em Santos

  1. Amigos, boa noite.

    Este e o EFEITO E O CUSTO BRASIL.

    No fim de tudo, AUMENTOU.

    O pais e infleciobario, nao ha o que se discutir, aumenta e pronto.

    Afinal os custos operacionais aumentam, independentemente do municipio e da empresa.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: