Fiscais disfarçados de passageiros começaram hoje em São Paulo, diz Dória

Objetivo é flagrar irregularidades das companhias e também do comportamento inadequado de motoristas e cobradores

ADAMO BAZANI

Fiscais disfarçados de passageiros comuns começaram a atuar nesta segunda-feira, 27 de março de 2017, dentro dos ônibus municipais de São Paulo.

A informação foi confirmada na manhã de hoje pelo próprio prefeito João Doria em entrevista ao jornalista José Luiz Datena, na Rádio Bandeirantes.

O objetivo é detectar irregularidades na prestação de serviços, como ônibus sujos, mal conservados e falta de cumprimento de horários, além de apontar problemas em relação ao comportamento dos motoristas e cobradores no tratamento  paracom passageiro e também no trânsito.

A novidade já tinha sido anunciada na semana passada pelo secretário de transportes e mobilidade, Sérgio Avelleda.

Na entrevista, João Doria disse que, de maneira geral, não ficou satisfeito com serviços de ônibus durante as duas viagens que fez pelo sistema de São Paulo.

Doria afirmou que os serviços devem melhorar significativamente após o processo de licitação ser concluído, mas afirma que desde já, deve haver qualificação nos serviços.

O prefeito relembrou o fato de na mais recente viagem que fez em 13 de março, na zona leste de São Paulo, se deparar com ônibus melhor que teria sido colocado pela empresa apenas para viagem de Doria, sendo que os veículos padrão da linha eram bem inferiores – Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2017/03/13/doria-da-nota-4-a-onibus-e-diz-que-quer-intervalos-de-15-minutos-e-mais-limpeza/

Adamo Bazani, jornalista personalizado transportes

5 comentários em Fiscais disfarçados de passageiros começaram hoje em São Paulo, diz Dória

  1. Anderson Araújo // 27 de março de 2017 às 12:00 // Responder

    Só quero ver se esse “fiscal” também vai relatar a falta de respeito dos passageiros para com o motorista e o cobrador também…
    Já vi muitos passageiros destratarem estas pessoas por eles se negarem a dar carona, a deixar passar por baixo da catraca, por impedirem danos ao veículo, por não deixarem que veículos comuns trafeguem pelas faixas e corredores de ônibus (os inconvenientes taxis), entre muitas outras situações…

  2. Amigos, boa noite.

    Mais uma prova de descredito aos passageiros.

    Mais um desperdicio de dinheiro do contribuinte, afinal fiscalizar o que.

    Todos os problemas do buzao de Sampa, sao publicos e notorios.

    E a sindrome da fiscalizadora.

    Tem e de fazer gestao e fazer o buzao funcionar bem e de forma raciobalizada e eficiente.

    Nooooooooooooossa.

    Att,

    Paulo Gil

  3. Tomara que esses fiscais fiquem de olho nas reclamações esdrúxulas de pessoas que denunciam estar no ponto, mentindo já que estavam fora de ponto (o que me foi claramente instruído não parar fora de ponto, ,punivel com multa) ou os fatídicos dar sinal em cim do ponto! ! Espero que vejam isso!

  4. adriana stravinski // 28 de março de 2017 às 15:56 // Responder

    Falhas existem e devem ser corrigidas . As empresas de transporte prestam um péssimo serviço pelo valor que recebem . Nada mais do que justo de ser fiscalizadas , todos os dias até que se enquadrem no sistema de transporte correto para a Cidade de São Paulo .
    Acredito que se fosse passado para empresas europeias o serviço teria uma melhor qualidade , já que por brasileiros não tem dado certo , devido ao descaso e a mafia que o transporte tem criado ( micro ônibus e etc )
    São Paulo tem como mudar ! Basta querer e acreditar !
    A cidade sempre foi de gente boa … mas está se tornando cada vez mais violenta até mesmo no dia-a-dia das pessoas dentro de :ônibus , padaria bom comercio em geral . Está difícil andar pelas ruas de SP .
    Parece que tomaram a cidade , o Paulistano sofre pois nao está acostumado a tanta falta de educação e brutalidade .

  5. EU CONCORDO PLENAMENTE COM O ANDERSON ARAÚJO.
    SE AS PESSOAS QUEREM Q NÓS OS RESPEITEM ELES TEM Q RESPEITAR O PRÓXIMO.
    E OUTRA AS PESSOAS TEM Q TER O MÍNIMO DE SENSO DE HUMOR E DE CONSCIENTIZAÇÃO DE RESPEITAR O TROCO MÁXIMO DE R$ 10,00.
    NUM PONTO EU ACHO LEGAL FAZER O TESTE DOS ÔNIBUS SEM COBRADORES P A POPULAÇÃO Q Ñ AJUDA EM NADA NA HORA DE PAGAR A CONDUÇÃO EM DINHEIRO, SÓ VÊEM COM NOTAS ALTÍSSIMAS OS FISCAIS SECRETOS DEVERIAM VEREM ISSO TBM.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: