Recife comemora redução de 30% em acidentes de trânsito

Fiscalizações contribuíram. Foto: Inaldo Lins/Prefeitura de Recife

Queda nos índices se deve ao uso de equipamentos eletrônicos de fiscalização

O trânsito de Recife está mais seguro. Dados divulgados pela prefeitura apontam que o número de ocorrências de trânsito na capital pernambucana caiu 30% de 2014 a 2016. Enquanto em 2014 foram registradas 2.547 ocorrências com vítimas, em 2016 o número caiu para 1.771. O volume de feridos também diminuiu: 3.120 em 2014 para 2.165 em 2016 (queda de 30,6%).

Segundo a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU)  o principal fator de redução são os equipamentos eletrônicos de fiscalização, implantados com maior frequência a partir de 2014.

Para Marcos Araújo, gerente de fiscalização eletrônica da CTTU, “muitos acidentes aconteciam no momento em que o semáforo ficava amarelo. Os motoristas deveriam parar e esperar, mas aceleravam. Isso causava muitos acidentes. O excesso de velocidade é o maior vilão do trânsito”. Após a fiscalização eletrônica, Márcio diz que os motoristas passaram a respeitar mais o limite e as proibições.

Equipamentos metrológicos

No Recife são usados equipamentos metrológicos. São equipamentos que aferem a velocidade ou localização exata, funcionando das 6h às 22h. Há os “não-metrológicos”, que registram infrações como avanço de sinal e posicionamento sob a faixa de pedestre, das 6h às 20h.

Outros itens importantes de fiscalização são as lombada eletrônicas, o monitoramento de faixa azul e os equipamentos de excesso de velocidade, que somam 95 no total, além de 118 câmeras e 650 semáforos.

Desde 2013 a prefeitura do Recife implantou mais de quatro mil faixas de pedestres e 13 mil placas sinalizadoras, além de ter contratado 250 orientadores.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: