Prefeitura do Rio vai analisar isenção fiscal para empresas de ônibus

Neste ano, renúncia deve ser de R$ 71,7 milhões

ADAMO BAZANI

A Prefeitura do Rio de Janeiro diz que está estudando as isenções fiscais concedidas às empresas de ônibus somente.

Neste ano, como efeito da lei 5223, de 2010, que reduz alíquota do ISS de 2% para 0,01% às empresas, a renúncia fiscal será de R$ 71,7 milhões.

Caso continue neste ritmo, em 2018 chegará a R$ 75,6 milhões e, em 2019, a R$ 79,3 milhões.

De acordo com o Rio Ônibus, sindicato que representa as empresas de ônibus, se não houvesse o benefício fiscal, em, 2016 as tarifas seriam de R$ 4 e não de R$ 3,80 e que nesse ano ainda os valores seriam maiores.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes