Justiça determina frota mínima em Guarulhos em caso de paralisação

ÁDAMO BAZANI

O Tribunal Regional do Trabalho, em tutela antecipada, determinou frota mínima em operação na cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo, em caso de paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus.

De acordo com a decisão, ao menos 70% dos ônibus escalados habitualmente devem operar nos horários de pico e 40% nas demais horas.

O TRT proibiu também paralisação de ônibus e Metrô na cidade de São Paulo.

A prefeitura da capital suspendeu o rodízio municipal de veículos nesta quarta.

Ádamo Bazani