Doria vai a Coreia pegar exemplos para licitação de ônibus

ônibus Seoul Sistema de ônibus de Seoul é todo conectado por tecnologia de gestão e operação.

 

Sistema de ônibus de Seul tem diversas configurações de linhas, terminais integrados e tarifas diferentes de acordo com integrações e distância

ADAMO BAZANI

A Prefeitura de São Paulo informou que o prefeito João Doria e deve embarcar com uma equipe para uma visita especial a Seul, na Coréia do Sul, para conhecer o transporte público da cidade.

De acordo com administração, a prefeitura da capital coreana convidou a comitiva da capital paulista.

A visita deve ocorrer entre os dias 11 de abril e 15 de abril, no Feriado da Páscoa. O secretário de transportes e mobilidade, Sergio Avelleda, e o de relações internacionais, Julio Serson, estarão na comitiva.

O objetivo principal é colher exemplos que podem ser aplicados na licitação dos transportes coletivos de São Paulo, que deveria ter sido realizada em 2013.

Os transportes por ônibus de Seul, que conta com 25 milhões de habitantes em toda a região metropolitana, são divididos em sistemas identificados por cores diferentes. Há linhas noturnas e preços diferenciados para crianças e adolescentes.

SEOUL

Todo este sistema é integrado por grandes terminais e há monitoramento em tempo real dos ônibus por centrais, que indicam a necessidade de adiantar ou atrasar as partidas de ônibus, de acordo com as necessidades de cada momento. Há também integrações com diferentes de tarifas. O sistema de ônibus é todo integrado com o metrô e alguns corredores contam com linhas expressas sem paradas intermediárias.

O metrô em Seul  te uma malha de 290 quilômetros, enquanto que na cidade de São Paulo, a rede é de em torno de 80 quilômetros.

A página do Governo Metropolitano de Seoul traz as seguintes informações. Uma das diferenças em relação a São Paulo é que as tarifas podem mudar de acordo com a distância percorrida.

Ônibus regional – Disposição Linhas

  • Amarelo : Primeiro Número (Áreas onde os ônibus estão operando) / Segundo Número (número de série (1 ~))
  • Azul : Primeiro Número (Número da área de partida) / Segundo Número (Número da área de chegada) / Terceiro Número (número de série (0 ~))
  • Verde : Primeiro Número (Número da área de partida) / Segundo Número (Número da área de chegada) / Terceiro Número (número de série (11 ~))
  • Vermelho: Primeiro Número (9) / Segundo Número (Número da área de partida) / Terceiro Número (número de série (00 ~))
  • Ônibus Personalizado : Primeiro Número (8) / Segundo Número (área de partida) / Terceiro Número (Número da área de chegada) / Quarto Número (número de série (0 ~))
  • Ônibus do Aeroporto : Primeiro Número (6 (0 ~ 7)) / Terceiro Número (número de série (00 ~))
  • Ônibus da Meia-noite (Noturno) : Primeiro Número (N) / Segundo Número (Número da área de partida) / Terceiro Número (Número da área de chegada)

Informações sobre ônibus em Seul

  • 0 (Grandes Distritos: Jung-gu, Jongno-gu, Yongsan-gu / Linha de Extensão)
  • 1ª área (Distritos Principais: Seongbuk-gu, Gangbuk-gu, Dobong-gu, Nowon-gu / Linha de Extensão: Gyeonggi-do Yangju-si, Uijeongbu-si, Dongducheon-si, Pocheon-si)
  • 2a área (Distritos Principais: Seongdong-gu, Gwangjin-gu, Dongdaemun-gu, Jungnang-gu / Linha de Extensão: Gyeonggi-do Guri-si, Namyangju-si, Gapyeong-gun, Yangpyeong-gun)
  • 3ª área (Distritos Principais: Songpa-gu, Gangdong-gu / Linha de Extensão: Gyeonggi-do Gwangju-si, Hanam-si, Icheon-si, Yeoju-si)
  • 4ª área (Distritos Principais: Seocho-gu, Gangnam-gu / Linha de Extensão: Gyeonggi-do Seongnam-si, Yongin-si, Anseong-si)
  • 5a área (Distritos Principais: Geumcheon-gu, Dongjak-gu, Gwanak-gu / Linha de Extenção: Gyeonggi-do Anyang-si, Gunpo-si, Uiwang-si, Ansan-si, Gwacheon-si, Suwon- Si, Osan-si, Pyeongtaek-si)
  • 6ª área (Distritos principais: Yangcheon-gu, Gangseo-gu, Guro-gu, Yeongdeungpo-gu / Extensão: Incheon Metropolitan City, Gyeonggi-do Gimpo-si, Bucheon-si, Gwangmyeong-si, Siheung-si)
  • 7ª área (Distritos principais: Eunpyeong-gu, Seodaemun-gu, Mapo-gu / Linha de extensão: Gyeonggi-do Goyang-si, Paju-si, Yeoncheon-gun)

Sistema de tarifa e transferência

  • As tarifas podem ser pagas por dinheiro ou cartão de transporte. O embarque único cobra uma tarifa fixa onde você pode pagar em dinheiro ou cartão de transporte
  • As tarifas para ônibus de cidade de Seul e ônibus de Maeul (vila) podem ser pagas por T-dinheiro, U-Pass, EB Card, Cashbee e Korail Membership Card. Cartões de transporte de pagamento diferido, que são compatíveis com T-Money e U-Pass, também podem ser usados.
  • Ônibus da cidade de Seul oferecem um passeio gratuito para um máximo de 3 crianças com menos de 6 anos, desde que sejam acompanhados por um responsável. Há também gratuidades para idosos.,
  • Seul, Gyeonggi-do, ônibus e metrô metropolitano estão sob o Metropolitan Integrated Fare System, portanto, cobram uma tarifa básica até 10 km. Usando ônibus metropolitanos de Seul, ônibus gerais de Gyeonggi-do, corredores de ônibus sem paradas, ônibus de Incheon, e pistas de ônibus vermelhas para mais de uma transferência custará uma taxa básica até 30km, e você será carregado um extra 100 won para cada 5 adicional Km (com base na tarifa de adulto).
  • Seul, Gyeonggi-do, ônibus e metrô metropolitano estão sob o Metropolitan Integrated Fare System, portanto, cobram uma tarifa básica até 10 km. Usando ônibus metropolitanos de Seul, ônibus gerais de Gyeonggi-do, corredores dswe ônibus non-stop, corredores de ônibus de Incheon, e faixas de ônibus vermelhas para mais de uma transferência custará uma taxa básica até 30km, e você será carregado um extra 100 won para cada 5 adicional Km (com base na tarifa de adulto).
  • O embarque de passageiros múltiplos e um desconto de transferência são aplicáveis apenas aos ônibus urbanos, e esta oferta só pode ser aprovada se os mesmos passageiros viajarem para o mesmo destino.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

6 comentários em Doria vai a Coreia pegar exemplos para licitação de ônibus

  1. Como funciona a concessão e quem explora ? Empresas privadas, estatal, etc ….

  2. MARCOS NASCIMENTO // 10 de março de 2017 às 17:57 // Responder

    Os ônibus da Coréia do Sul são feios e basicamente a maioria deles se parecem com os micros & micrões que infestam a cidade de São Paulo (neste ponto Sampa já tem algo em comum com a cidade de SEUL eh eh eh …) Agora … se os da Coréia do Sul são feios e pequenos imaginem então o que tem lá do outro lado (Coréia do Norte) onde existe um ditador que é apenas 5 vezes pior do que seu pai (já falecido)!
    Agora vamos falar sério né seu João Dória ! Visitar um país asiático que NÃO tem tradição de ônibus para copiar um sistema que existe aos montes aqui na América Latina ??? Para mim esta viagem me cheira à viagem à turismo !!! Nada mais …
    Porquê o seu Dória não foi à Santa Fé de Bogotá conhecer o TRANSMILÊNIO e até Santiago do Chile conhecer o TRANSANTIAGO e até mesmo porquê Dória não foi até a “cidade-modelo” conhecer a RIT Rede Integrada de Transporte da capital do Paranã ? Chamo de Paranã porquê considero que existem 2 Paranás: O Paraná fico e desenvolvido e o Paraná do interior a qual denomino Paranã pela absoluta falta de obras e falta de governo nessas cidades das quais incluo como Paranã até mesmo algumas cidades da região metropolitana de Curitiba que estão abandonadas tanto pelas prefeituras como pelo des-governo do Estado!

  3. Amigos, boa noite.

    Lamentável.

    Mas antes de tudo, isso é a assinatura do atestado de incompetência e uma afronta aos profissionais da PMSP que atuam nessa área.

    O Brasil é um país inflacionário, tropical e licitação tá mais do que provado que não dá certo para o buzão e ainda mais modelo internacional aqui NÃO SE APLICA.

    O problema é simples; é só a PMSP e a fiscalizadora parar de interferir na atividade privada das empresas de buzão e pronto.

    Usem o dinheiro desta viagem da comitiva e contratem matemáticos e profissionais de lógica, para fazer as linhas do buzão de Sampa serem coerente e sem “zig zague caranguejado”, só assim será
    aplicado a teoria de que a menor distância entre dois pontos é uma reta.

    Ahh falem com a ANTT que ela percebeu, mesmo que a força dos empresários, que licitação de buzão já era.

    Deixem quem sabe trabalhar fazer o buzão de Sampa rodar.

    E vou dar uma sugestão, acabem com os subsídios nessa conta; TRANSPORTOU RECEBEU.

    Mais prático o dinheiro entrar na catraca e pronto

    Acorda Sampa.

    Att,

    Paulo Gil

  4. Ok Paulo Gil me responda uma coisa então, como fecha a conta se quase 35%de passageiros são gratuidades.Quem paga essa conta? Político fazer graça com dinheiro da classe privada para fazer campanha é fácil…

    Santiago

    • Santiago, boa noite.

      O problema do Brasil é a burrocracia e o excesso de variáveis.

      O que eu proponho é justamente um sistema que acabe ou diminua sensivelmente o número de variáveis, vejamos:

      São muitos tipos de gratuidade; idoso, estudante, empregado, desempregado, PNE´s, e o escambal.

      Minha proposta é um BU só o BU VERDE (= gratuidade não importa o tipo), afinal é o contribuinte que vai pagar mesmo.

      Pode adotar qualquer nome também, o importanto é que reuna TODAS as gratuidades.

      Assim, quando o buzão 9 9999 chegar na garagem e descarregar o faturamento do dia, pronto acabou a bagunça.

      O buzão 9 9999, faturou:

      700 passageiros pagantes
      1500 BU VERDE = gratuitos de todos os tipos
      ——–
      2200 passageiros x R$ 3,80 = R$ 8.360,00

      Simples a PMSP credita para a empresa 9, R$ 8.360,00 para o buzão 9999, no dia xx.yy.2017.

      Pronto qualquer pessoa faz a conta, e não importa se o 9999, transportou 500 idosos, 500 estudantes e 200 PNE´s ou qualquer outra composição de gratuidade; afinal gratuito é gratuito, só o contribuinte paga.

      É isso, essa é a minha ideia, precisamos de praticidades.

      Agora com “n” variáveis a conta não fecha nunca e é isto que todos querem, pois ai o controle fica impossível e tudo pode acontecer para mais ou para menos.

      Abçs,

      Paulo Gil

  5. Não e um dos melhores exemplos ne.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: