Emenda à LDO limita subsídios às tarifas de ônibus pelo IGPM

Publicado em: 2 de julho de 2016

O-2016

Informação já havia sido trazida pelo Blog Ponto de Ônibus na primeira votação da Câmara

ADAMO BAZANI

Passou em segunda votação, com 185 emendas, a LDO – Lei de Diretrizes Orçamentárias  -projeto de lei 178/2016 do prefeito Fernando Haddad para os gastos e investimentos da prefeitura em 2017.

Na primeira votação, como havia informado Blog Ponto de Ônibus em 16 de junho, um dos  dispositivos aprovados limita o aumento dos subsídios ao sistema de transportes pelo  IGPM-M – Índice Geral de Preços do Mercado – Relembre em: https://diariodotransporte.com.br/2016/06/16/corredores-de-onibus-estao-entre-prioridades-que-vao-contar-com-r-1-bi-a-mais-no-orcamento-de-sao-paulo-para-2017/

Somente entre 2013 e 2016, os subsídios aumentaram 148% na capital e devem alcançar R$ 2 bi neste ano.

O Orçamento total para o ano que vem será de para 51,3 bi.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Ops, essa conta gera muitas dúvidas e interpretações.

    Se as gratuidade continuarem a ser ampliadas; não a IGPM que resolva.

    1) Se temos “x” gratuidades/ano e a tarifa aumenta “y%”, não há como.

    2) Agora se temos “x” gratuidades e ela é aumentada para “3 vezes x”, como atrelar ao IGPM.

    Penso ser impossível.

    Caso eu esteja errado, por favor me corrijam.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta