Greve de ônibus em São Paulo é descartada: Motoristas e cobradores aceitam em assembleia proposta das empresas

onibus são paulo

Houve acordo e São Paulo não terá greve de ônibus. Foto: Adamo Bazani

Viações ainda aguardam garantia de reajuste de remuneração por parte da prefeitura conforme contratos. Aumentos terão impacto mensal de R$ 25 milhões ao sistema

ADAMO BAZANI

Motorista, cobradores e demais funcionários do sistema de transportes da capital paulista realizaram uma assembleia que terminou agora há pouco, na tarde desta sexta-feira, 20 de maio de 2016.

A categoria aceitou a nova proposta apresentada pelas empresas.

Com isso, está afastada a possibilidade de greve de ônibus em São Paulo.

A categoria vai receber aumento total no salário de 7,5%, vale-refeição de R$ 20,50 e Participação nos Lucros e Resultados de R$ 1300, além da exclusão das multas do Resam da SPTrans.

Nesta semana, em campanha salarial, os motoristas e cobradores chegaram a parar os terminais de ônibus por duas horas na quarta-feira e por uma hora na quinta-feira.

cef65efe-3d3c-4d83-add2-ddfc5483683a

Motoristas e cobradores em assembleia nesta sexta-feira, 20 de maio de 2016. Proposta aceita

A primeira proposta das empresas de ônibus foi de reajuste de 2,31% nos salários e vale-refeição.

Já a primeira reivindicação dos trabalhadores foi de reajuste real de 5% mais a reposição da inflação acumulada, vale-alimentação diário de R$ 25, PLR – Participação nos Lucros e Resultados de R$ 2000, plano de saúde gratuito estendido a mais dependentes e assistência funeral.

Os aumentos de salários e benefícios vão aumentar os custos com mão de obra em R$ 25 milhões por mês, tanto para empresas do subsistema estrutural como do local, excluindo a PRL que é paga de uma vez só.

As empresas de ônibus aguardam uma sinalização da prefeitura em relação aos reajustes da remuneração das planilhas, conforme é previsto em contratos com a prefeitura.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

5 comentários em Greve de ônibus em São Paulo é descartada: Motoristas e cobradores aceitam em assembleia proposta das empresas

  1. É o que tem pra hoje! Quem sabe, um dia a gente chega lá! (Não cobriu sequer a perda com a inflação acumulada.) Agora, é esperar mais 12 meses.

  2. O transporte de SP cada vez mais caro e com custos elevando cada ano, já que aumenta o custo e a passagem, ai nós que pagamos no fim de tudo, ate quando isso.

  3. Assim como todos trabalhadores tem direito a aumento nos do transporte público também temos..infelizmente foi bem abaixo da inflação..pq nos também temos família e assim como as coisas aumentam o preço pra vcs aumentam pra nós também.

  4. José Marques de Oliveira Filho // 22 de maio de 2016 às 13:41 // Responder

    Esse é o PATO da FIESP
    7,5% é Ridiculo

  5. Bom dia nós motorista merecemos salário digno somos humilhados perante a sociedade

1 Trackback / Pingback

  1. Motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo fecham acordo com empresas | MobilidadeSampa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: