Greve / Paralisação de ônibus em São Paulo: motoristas e cobradores confirmam fechamento de terminais nesta quinta caso não haja apresentação de propostas

Ônibus fecharam terminais em São Paulo. Protestos devem continuar na quinta.

Se impasse continuar, na segunda-feira pode haver greve afetando os transportes o dia inteiro

ADAMO BAZANI

Esta quinta-feira, 19 de maio de 2016, deve ser marcada mais uma vez por protestos de motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo que estão em campanha salarial.

A categoria promete fechar os 29 terminais municipais das 14h às 16h, caso não seja apresentada nova proposta por parte das empresas.

Nesta quarta-feira, 18 de maio de 2016, os terminais foram fechados das 10h ao meio-dia, prejudicando, de acordo com a SPTrans, 1,5 milhão de passageiros.

Segundo o presidente do Sindmotoristas, que é o sindicato que representa a categoria, Valdevam Noventa, se nesta quinta-feira o impasse continuar, na sexta será realizada uma assembleia na parte da tarde que pode decidir por uma greve geral dos transportes na segunda-feira afetando os serviços o dia inteiro.

Os trabalhadores pedem, entre outras reivindicações, reajuste real de 5% mais a reposição da inflação acumulada, vale-alimentação diário de R$ 25, PLR – Participação nos Lucros e Resultados de R$ 2000, plano de saúde gratuito estendido a mais dependentes e assistência funeral. As empresas de ônibus ofereceram reajuste real 2,31% nos salários e vale-refeição.

O presidente do SPUrbanuss, Francisco Chistóvam, enviou na tarde desta quarta-feira ofício ao sindicato dos motoristas pedindo para que não haja paralisação nesta quinta.

CT PRE Nº 026/16

Ao

Senhor

José Valdevan de Jesus Santos (90)

Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo

São Paulo – SP

Senhor Presidente:

Em razão das negociações entre esse Sindicato Profissional e o SPUrbanuss – com vistas ao estabelecimento de eventual reajuste salarial – estarem em pleno andamento, manifestamos nossa discordância com o protesto realizado na data de hoje, que culminou com a paralisação parcial dos serviços, prejudicando parte significativa da população da cidade de São Paulo.

Diante do exposto e tendo sido garantida a data base da categoria, solicitamos que esse Sindicato Profissional cesse qualquer tipo de protesto, enquanto as partes estiverem em pleno processo de negociação.

Atenciosamente.

Francisco A. N. Christovam

Presidente

PROBLEMAS FINANCEIROS DO SISTEMA:

A discussão entre funcionários e empresas de ônibus tem como pano de fundo a difícil situação financeira do sistema de transportes da capital paulista.

Em 2013, depois das manifestações de junho, houve congelamento dos valores das tarifas, ampliando a necessidade de maiores subsídios.  Entre 2013 e 2015 a Prefeitura de São Paulo aumentou o número de gratuidades como, por exemplo, para estudantes. Em torno de 500 mil alunos hoje não pagam passagem de ônibus em São Paulo.

A gratuidade para os idosos também foi ampliada. Anteriormente só andavam gratuitamente nos ônibus pessoas com 65 anos ou mais. Agora a exigência é de idade mínima de 60 anos para fazer o uso do benefício.

No entanto, a ampliação dos subsídios tem sido insuficiente para suportar os custos do sistema. Para se ter uma ideia, até esta terça-feira, a prefeitura pagou R$ 949 milhões dos R$ 1,8 bilhão previstos até o final do ano. Mas se os custos continuarem nos padrões atuais, todo subsídio projetada para 2016 deve ser consumido até setembro.

A prefeitura, responsável pelos subsídios, tem enfrentado dificuldade financeira por causa da atual crise econômica, que impactou diretamente na arrecadação municipal.

As empresas de ônibus dizem que o poder público tem atrasado constantemente os repasses dos valores referentes aos subsídios. A Prefeitura de São Paulo nega e diz que tem realizados pagamentos corretamente e dentro do prazo.

Para piorar a situação, desde 2013 as empresas de ônibus com aditivos contratuais e as ex-cooperativas com contratos emergenciais.

Em 2013, deveria ter sido realizada a licitação dos transportes. A prefeitura chegou a lançar uma proposta, mas recuou diante das manifestações daquele ano.

Somente em 2015 foi apresentado o novo edital. No entanto, desde novembro, o processo de licitação está barrado pelo TCM que levantou uma série de questionamentos nos editais.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

4 comentários em Greve / Paralisação de ônibus em São Paulo: motoristas e cobradores confirmam fechamento de terminais nesta quinta caso não haja apresentação de propostas

  1. Espero que isso se resolva pois os trabalhadores sofrem com esse tipo de fenômeno.

  2. A pauta de reivindicação proposta pelo nosso sindicato, não foge em nada da nossa real necessidade e dos nossos direitos, tendo em vista que o que se pede é a reposição da inflação e mais um tímido aumento real para compensar um pouco a perda dos anos anteriores, e também para compensar os custos que a categoria vem tendo com a renovação e classificação da habilitação da letra “D” para a Letra “E”, tendo em vista o crescimento sistemático do tamanho dos veículos a serem operados, o que virou uma tendência Nacional. Veículos estes que são mais sujeitos a multas devido à falta de bom senso dos agentes de fiscalização. O que provoca acumulo de pontos na habilitação e consequentemente mais problema. E o pior, para compensar os baixos salários, os motoristas e cobradores, após concluir sua tabela de escala, ao invés de irem para casa descansar para repor as energias e se afastar do trânsito estressante, seguem para garagem em busca de mais uma tabela extra, que significa mais trs a cinco horas da chamada FOMINHA. Nós precisamos mesmo é de Salário e qualidade de vida, do contrário, a tendência é só aumentar o numero de funcionários afastados do trabalho por estresse, problemas de coluna, entre outros, sem contar com os infartos fuminantes e os derrames constados frequentemente em nosso meio.
    Enfim gente, quero-vos dizer que a pauta de reajuste proposta pelo sindicato seria facilmente aceita pelo patronal, como nos anos anteriores, com um pequeno ajuste daqui e dali se chegaria fácil a um acordo. Porém, o problema é outro. O problema é que tanto a prefeitura quantos os empresários, vão usar de todo tipo de artimanha para tentar pôr fim ao cargo de cobrador, e despejar nossos digníssimos colaboradores na rua. O nome disto é CHANTAGEM.
    Ainda bem que hoje nós estamos superbem representado, por um presidente (José Valdevan de Jesus Santos (90) e uma equipe digna e honrada. Graças a Deus! Mas, vamos orar para que Deus toque no coração dos patrões e também do Prefeito! Boa noite a todos! um forte abraço.

  3. Kkkk foge da PM . Todos sabem q tem PCC envolvido e vereadores em lavagem de dinheiro de tráfico e desvios

  4. Ainda bem que hoje nós estamos superbem representado, por um presidente (José Valdevan de Jesus Santos (90) e uma equipe digna e honrada. Graças a Deus!

    Foro Central Cível

    1027617-50.2016.8.26.0100
    Procedimento Comum / Obrigações
    Reqte: José Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 17/03/2016 – 10ª Vara Cível
    1016191-41.2016.8.26.0100
    Procedimento Sumário / Indenização por Dano Moral
    Reqte: José Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 22/02/2016 – 43ª Vara CÍvel
    1123781-14.2015.8.26.0100
    Procedimento Comum / Obrigações
    Reqte: José Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 02/12/2015 – 43ª Vara CÍvel

    Foro Central Criminal Barra Funda

    1000084-72.2016.8.26.0050
    Representação Criminal/Notícia de Crime / Calúnia
    Querelante: José Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 18/02/2016 – 3ª Vara Criminal

    Foro de Jundiaí

    0000654-21.2009.8.26.0309 (309.01.2009.000654)
    Carta Precatória Criminal
    Réu: Jose Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 09/01/2009 – 1ª Vara Criminal

    Foro de Taboão da Serra

    0502082-12.2013.8.26.0609
    Execução Fiscal / Cessão de créditos não-tributários
    Exectda: Jose Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 05/12/2013 – SAF – Serviço de Anexo Fiscal
    0504637-36.2012.8.26.0609 (609.01.2012.504637)
    Execução Fiscal
    Reqdo: Jose Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 16/04/2012 – SAF – Serviço de Anexo Fiscal
    0010704-45.2010.8.26.0609 (609.01.2010.010704)
    Execução Fiscal
    Exectdo: Jose Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 19/08/2010 – SAF – Serviço de Anexo Fiscal
    0013111-29.2007.8.26.0609 (609.01.2007.013111)
    Procedimento do Juizado Especial Cível / Pagamento
    Reqdo: José Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 18/12/2007 – Vara do Juizado Especial Cível e Criminal
    0006507-57.2004.8.26.0609 (609.01.2004.006507)
    Carta Precatória Criminal
    Indiciado: Jose Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 15/06/2004 – 2ª Vara Cível
    0006263-31.2004.8.26.0609 (609.01.2004.006263)
    Carta Precatória Criminal
    Indiciado: Jose Valdevan de Jesus Santos ( Vulgo Noventa )
    Recebido em: 21/05/2004 – Vara Criminal

    Foro Regional II – Santo Amaro

    1011307-69.2016.8.26.0002
    Produção Antecipada de Provas / Provas
    Reqte: José Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 10/03/2016 – 12ª Vara Cível
    1007221-55.2016.8.26.0002
    Procedimento Comum / Indenização por Dano Moral
    Reqte: José Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 19/02/2016 – 5ª Vara Cível
    1057011-42.2015.8.26.0002
    Crimes de Calúnia, Injúria e Difamação de Competência do Juiz Singular / Crimes contra a Honra
    Querelante: José Valdevan de Jesus Santos
    Recebido em: 10/12/2015 – 2ª Vara Criminal

1 Trackback / Pingback

  1. Motoristas e cobradores de ônibus confirmam fechamento de terminais nesta quinta-feira (19) | MobilidadeSampa

Deixe uma resposta