Volvo vende 80 biarticulados para o Equador

Mercado externo é alento para indústria brasileira. Volvo embarca 80 biarticulados para o Equador

Veículos vão operar o sistema de BRT de Quito

ADAMO BAZANI

Diante do desaquecido mercado interno de veículos, as exportações têm sido alento para a indústria nacional.

A Volvo Latin America, que enfrenta uma greve de trabalhadores com medo dos planos de demissão da empresa, anunciou nesta segunda-feira, 16 de maio de 2016, a venda de de 80 ônibus biarticulados para o sistema de BRT de Quito, no Equador.

Os veículos foram adquiridos por meio de licitação pública e recebem carroceria da Superpolo, empresa que tem participação da brasileira Marcopolo.

Os ônibus biarticulados possuem 27 metros de comprimento cada e capacidade para 250 passageiros. Os chassis saíram da Volvo do Brasil para ser encarroçados na Colômbia, pela Superpolo. As três primeiras unidades foram de avião para atender um pedido de entrega emergencial da Prefeitura de Quito para apresentar os veículos no aniversário da cidade.

É a primeira vez, segundo a Volvo, que a cidade de Quito terá ônibus biarticulados atuando nos transportes urbanos.

O uso do biarticulado é consagrado em BRTs considerados referência, como o de Curitiba, no Paraná, e o de Bogotá, na Colômbia.  O veículo é indicado para rotas com alto fluxo de passageiros. Sua maior capacidade permite a manutenção da velocidade média do sistema, uma vez que reduz o número de veículos em circulação.

 Um número menor de ônibus nas ruas reduz ainda o número de mão de obra operacional, o consumo em total de litros, e a quantidade de pneus rodando.  Além disso, ao circular por vias exclusivas, sem necessidade de parar em curtas distâncias, o consumo de combustível é otimizado. “São características que garantem o menor custo por quilômetro rodado”, destaca Idam Stival, coordenador da engenharia de vendas da Volvo Bus Latin America.

 A Volvo é pioneira no desenvolvimento de veículos para os sistemas de BRT e líder neste mercado. A empresa participou da implementação dos principais BRTs da América Latina.  Na década de 80, forneceu os primeiros articulados para o sistema de transporte de Curitiba. No início dos anos 90 a empresa desenvolveu, no Brasil, o modelo biarticulado para atender o aumento da demanda do sistema de transporte da cidade.  Hoje, os veículos articulados e biarticulados da marca estão presentes nos principais BRTs do mundo. – explica a Volvo, em nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Volvo vende 80 biarticulados para o Equador

  1. Amigos, boa noite.

    Aprenda Sampa.

    Pintura bonita e sem degrau ALTO interno.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: