Prefeitura de BH estuda alterar projeto de lei que pode extinguir a função de cobrador de ônibus

Ônibus em Belo Horizonte. Prefeito Marcio Lacerda vai analisar propostas antes de sancionar ou vetar projeto de lei que pode retirar cobradores de ônibus do sistema.

Funcionários do sistema de transportes paralisaram as atividades na última segunda-feira. Nesta terça houve reunião entre representantes do setor e o poder público

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Belo Horizonte se comprometeu nesta terça-feira 26 de abril de 2016 a estudar a possibilidade alterar projeto de lei que, na visão do Sindicato dos Rodoviários, abre brechas para extinguir a função de cobradores do sistema municipal.

O Projeto de Lei PL 1881/2016 do vereador Autair Gomes altera dois artigos da lei municipal 8224/2001 sobre bilhetagem eletrônica.

Um dos artigos que pelo projeto seria suprimido garante a permanência dos profissionais no sistema, mesmo com os meio eletrônicos de cobrança de passagem pelo cartão BHBus: “qualquer nova tecnologia implantada preverá o aproveitamento em novas funções de eventuais trabalhadores não mais necessários”.

O projeto de lei foi aprovado em duas votações pelos vereadores nos últimos dias 18 e 19 de abril e agora deve ser analisado pelo prefeito Márcio Lacerda. Por causa da postura dos parlamentares municipais, nesta segunda-feira, o sindicato dos rodoviários de Belo Horizonte promoveu uma paralisação que atingiu ao menos 50% dos serviços.

Após o movimento, a BHTrans – Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte, gerenciadora do sistema, se reuniu com representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região Metropolitana – STTRBH e com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Belo Horizonte -Setra/BH.

Em nota, a BHTrans informou que a prefeitura de Belo Horizonte vai discutir as propostas alternativas ao projeto de lei que devem ser enviadas tanto pelos trabalhadores como pelas companhias de transporte.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: