TCE libera licitação da linha 4 do metrô em São Paulo

Metrô da linha 4 Amarela. Licitação deve ser retomada na próxima semana.

Extensão só deve ficar pronta em 2019

ADAMO BAZANI

O TCE – Tribunal de Contas do Estado de São Paulo liberou nesta quarta-feira, 30 de março de 2016, a licitação para a conclusão da linha 4-Amarela do Metrô.

A Companhia do Metropolitano respondeu aos questionamentos feitos pelo conselheiro Antônio Roque Citadini depois de uma das empresas que ira participar do certame ter apresentado possível falha no edital.

A suspensão ocorreu no dia 17 de março e os conselheiros julgaram nesta quarta-feira, dia 30, improcedente a representação da empresa que contestou o certame.

O Metrô deve receber as propostas a partir da próxima semana.

As intervenções estão paralisadas desde julho do ano passado.

As obras, orçadas em R$ 1,3 bilhão e que contam com financiamento do Banco Mundial, envolvem a conclusão das estações Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia, o terminal de ônibus na Vila Sônia, o pátio para trens também na Vila Sônia um túnel de dois quilômetros para fazer uma ligação para este pátio.

A licitação foi lançada em novembro do ano passado porque em julho houve rompimento do contrato entre o consórcio Isulox Corsán-Corviam e o Metrô. O contrato com o consórcio foi assinado em 2012 por R$ 1,8 bilhão.

A Companhia do Metropolitano alega que o consórcio não cumpriu os prazos determinados para as obras. Já o consórcio diz que o metrô não colaborava com informações e também com especificações técnicas.

A primeira previsão para a conclusão do trecho era 2014, quando a linha 4 atenderia o projeto original de ter 13 km entre a Luz e a Vila Sônia, com 11 estações.

A previsão atual é que a obra termine em 2019

Adamo Bazani jornalista especializado em transportes

1 comentário em TCE libera licitação da linha 4 do metrô em São Paulo

  1. Agora vai ver se o TCM faz isso com a prefeitura, piada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: