Aumento de salários no TCM pode ser estratégia de Haddad para corredores de ônibus e licitação dos transportes, sugere especialista

Ônibus em São Paulo. TCM barrou em novembro licitação que vai reformular transportes na cidade.

Câmara aprovou em primeira votação reajustes salariais para até R$ 30 mil. Aprovação se deu pela atuação da base aliada de Haddad

ADAMO BAZANI

A Prefeitura de São Paulo deve utilizar a atuação da base aliada do prefeito Fernando Haddad, que permitiu na Câmara a aprovação em primeira votação de reajustes salariais para servidores do TCM – Tribunal de Contas do Município, como uma forma de melhorar a relação com o órgão e ter a aprovação de obras e projetos como os corredores de ônibus e a licitação dos transportes na cidade que foram barrados pelos conselheiros.

A base aliada do prefeito Fernando Haddad na Câmara de São Paulo quer apressar a votação em definitivo do projeto que permite com que os servidores do TCM ganhem salários superiores ao do prefeito Fernando Haddad, que é de R$ 24,1 mil.

Pelo projeto, se houver aprovação na segunda votação e depois sanção do prefeito, ao menos 180 dos 648 funcionários do órgão podem receber até R$ 30 mil, valor que é pago somente aos conselheiros do tribunal.

O aumento dos salários pode gerar o custo extra de R$ 13 milhões por ano.

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, nesta terça-feira dia 29, o líder do governo Haddad na Câmara, Arselino Tatto, realizou negociações com os outros vereadores para aprovar o texto. Mesmo assim não houve consenso entre os vereadores da base aliada

O professor da Fundação Getúlio Vargas, Marco Antônio Carvalho Teixeira, doutor em Ciências Sociais, comentou em programa de rádio da CBN, que não é possível afirmar categoricamente que o aumento será uma espécie de moeda de troca para a gestão Haddad conseguir a aprovação dos projetos, no entanto, o especialista diz que isso é comum na história política da cidade.

“Muitas vezes ter uma boa relação com TCM é evitar dificuldade. Não dá para afirmar que o aumento é só para ter uma boa relação, mas o passado aponta para isso”

Ele ainda acrescentou que os TCMs são órgãos de natureza técnica, com conselheiros provenientes do mundo político.

“O TCM é um órgão estratégico que pode facilitar ou dificultar a atuação da prefeitura” Oficialmente, entretanto, a prefeitura nega pressão da base aliada para aumento salarial dos servidores para conseguir em troca bom trâmite com o TCM.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Aumento de salários no TCM pode ser estratégia de Haddad para corredores de ônibus e licitação dos transportes, sugere especialista

  1. ENQUANTO OS CONSELHEIROS TUTELARES DA CIDADE, GANHAM UM SALÁRIO DE FOME .

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: