São Bernardo inicia obra de mais um corredor de ônibus

Ônibus em São Bernardo do Campo. Viagens são demoradas por falta de espaços exclusivos.

Total de 12 trajetos para o transporte coletivo deveria ter sido concluído em 2014

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, informou que tem início nesta terça-feira, 29 de março de 2016, a construção de um dos trechos do corredor de ônibus João Firmino, que no total deve ter 2,6 quilômetros de extensão, conectando os bairros dos Casa, Assunção, Alves Dias, Alvarenga até a região central cidade.

O trecho que vai ter a primeira fase das obras se concentra nas ruas Frei Gaspar e Joaquim Nabuco. O corredor completo vai passar pela Avenida João Firmino e Rua Frei Gaspar no sentido Bairro/Centro e Avenida João Firmino e Rua Joaquim Nabuco no sentido Centro/Bairro.

De acordo com a prefeitura, operam nove linhas municipais nestas avenidas, que atendem 1,2 milhão de usuários por mês e representam em torno de 21% da demanda total do sistema de transporte coletivo municipal.

O corredor João Firmino faz parte do Programa de Mobilidade Urbana de São Bernardo do Campo, apresentado em abril de 2012 na primeira gestão do prefeito Luiz Marinho. Na ocasião, Marinho prometeu que até 2014, doze corredores de ônibus e quatro terminais estariam concluídos para o programa. A prefeitura conta para o programa com US$ 250 milhões do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Até agora, em 2016, nenhum corredor está em operação.

Estão em obras os seguintes corredores:

– Corredor Leste-Oeste: O maior do programa que deve ter 13,6 quilômetros de extensão e cruzar a cidade indo desde o quilômetro 22 da Rodovia dos Imigrantes, perto do limite com Diadema, até a Praça dos Bombeiros passando pela estrada Samuel Aizemberg, passando pela avenida José Odorizzi, viaduto Tereza Delta, avenidas Francisco Prestes Maia e Tiradentes.

As obras devem custar R$ 419 milhões, sendo que R$ 247 são provenientes do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento com a seguinte divisão: R$ 165 milhões liberados por financiamentos e R$ 82 milhões provenientes do Orçamento Geral da União. A contrapartida do município é de R$ 172 milhões.

– Corredor Rudge Ramos: deve passar pela Avenida Aldino Pinotti e Rua José Versolato. As obras tiveram início em fevereiro deste ano.

– Corredor Alvarenga: vai sair do Terminal Alves Dias, que está em construção, e seguir pela estrada dos Alvarengas, avenida Robert Kennedy até a região da Avenida Piraporinha, dando acesso para o município vizinho: Diadema, somando 3,6 quilômetros. As obras também começaram em fevereiro de 2016.

Total de corredores e terminais de ônibus em São Bernardo do Campo que foram prometidos para 2014 e que em 2016

– Corredor de Ônibus Faria Lima

– Corredor de Ônibus Jurubatuba

– Corredor de Ônibus Montanhão

– Corredor de Ônibus Ferrazópolis

– Corredor de Ônibus Rotary

– Corredor de Ônibus Capitão Casa

– Corredor de Ônibus Castelo Branco

– Corredor de Ônibus Galvão Bueno

– Corredor de Ônibus João Firmino

– Corredor de Ônibus Senador Vergueiro

– Corredor de Ônibus Leste-Oeste

– Corredor de Ônibus Alvarenga

– Terminal de Ônibus Alves Dias

– Terminal de Ônibus Batistini

– Terminal de Ônibus Vila São Pedro

– Terminal de Ônibus Rudge Ramos

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em São Bernardo inicia obra de mais um corredor de ônibus

  1. Ja estamos entrando 2018,continuo sem trabalho e se

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: