Curitiba continua investindo em faixas de ônibus e vai inaugurar quarto espaço

Região do Terminal Guadalupe vai contar com faixas para ônibus. Imagem Panoramio

Região do terminal Guadalupe vai contar com quase dois quilômetros a partir de 31 de março.

ADAMO BAZANI

Solução que se tornou conhecida principalmente após a política de mobilidade na capital paulista, as faixas de ônibus começam a se tornar mais numerosas pelo país, inclusive em Curitiba, cidade conhecida como o berço dos BRTs – Bus Rapid Transit, que são corredores de ônibus com maior capacidade de atendimento e veículos mais rápidos.

Se em São Paulo o número de faixas de ônibus chega a 503,3 km, em Curitiba, no entanto, o avanço é menor.

Na próxima quinta-feira, dia 31 de março, a cidade vai inaugurar o quarto espaço, desta vez nas proximidades do Terminal Guadalupe.

A faixa vai ter 1,9 quilômetro na Rua Conselheiro Laurindo, à direita da via, entre a Rua Chile e a Travessa Itararé, no Terminal Guadalupe.

Com o novo espaço, a capital paranaense terá quase seis quilômetros de faixas, além dos 91 quilômetros dos corredores.

Segundo a Urbs – Urbanização de Curitiba S. A., gerenciadora do sistema local, correspondente à SPTrans, em São Paulo, pela nova faixa devem passar 50 mil passageiros por dia, atendidos em 15 linhas de ônibus municipais. A via é rota das seguintes linhas:

Convencionais: Santa Bárbara,Petrópolis, Solitude, Avenida Munhoz/Jardim Botânico, Erasto Gaertner, Guabirotuba, Vila São Paulo, Uberaba, Canal Belém

Ligeirinhos: Santa Cândida/Pinheirinho, Aeroporto, Boqueirão/Centro Cívico, Sítio Cercado (anti-horário), Fazendinha/Guadalupe, PUC/Rodoferroviária.

As multas começam a ser aplicadas a partir do dia 14 de abril. Transitar em faixa ou corredor de ônibus é infração gravíssima, com 7 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 191,54.

As faixas implantadas desde 2014 em Curitiba são:

XV de Novembro, entre Nossa Senhora da Luz e Praça Santos Andrade

Passageiros: 57,5 mil

Treze linhas: Jardim Social/Batel; Rua XV/Barigui; Detran/Vicente Machado; Capão da Imbuia/Parque Barigui; Higienópolis; Tarumã; Alto Tarumã; Sagrado Coração; Pinhais/Guadalupe; Interhospitais; Curitiba/Piraquara (parador) e Curitiba/Piraquara (direto); Hugo Lange; Augusto Stresser.

Marechal Deodoro, entre João Negrão e Praça Zacarias

Passageiros: 30 mil (destes 13 mil usam linhas que passam na Rua XV)

Treze linhas: Canal da Música/Vista Alegre, Novena, Jardim Social/Batel, Itupava/Hospital Militar, Rua XV/Barigui, Detran/Vicente Machado, Cristo Rei, Cajuru, Capão Imbuia/Parque Barigui, Alcidez Munhoz/Jardim Botânico, Fazendinha, Caiuá, Executivo/Aeroporto.

Desembargador Westphalen, entre Visconde de Guarapuava e Getúlio Vargas

Passageiros: 70 mil

Vinte linhas: Jardim Mercês/Guanabara, Universidades, Bom Retiro/PUC, Vila Macedo, Jardim Centauro, Guabirotuba, Vila São Paulo, Uberaba, Jardim Itiberê, Canal Belém, Alferes Poli, Guilhermina, Menonita, Vila Izabel, Vila Rosinha, Carmela Dutra, Vila Velha, Cotolengo, Ligeirinho Bairro Novo, Ligeirinho CIC/Cabral

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: