Justiça determina suspensão do aumento da tarifa de ônibus na Grande Goiânia

Ônibus em Goiás. Juiz critica falta de qualidade nos serviços.

De acordo com a decisão, tarifa deve passar novamente para R$ 3,30. Empresas não foram notificadas

ADAMO BAZANI

O juiz Élcio Vicente da Silva, da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Goiás, decidiu nesta terça feira, 23 de fevereiro de 2016, suspender o reajuste da tarifa de transporte coletivo de Goiânia e Região Metropolitana,

O aumento de 12,1% foi aplicado no último dia 3 de fevereiro, quando as passagens passaram de R$ 3,30 para R$ 3,70.

As empresas de ônibus dizem que não foram notificadas da decisão.

O juiz atende pedido da promotora Leila Maria de Oliveira do Ministério Público de Goiás.

O magistrado concorda que as empresas de ônibus devem ter cobertos os aumentos de custos para operação desde o último reajuste, mas ele critica a qualidade dos serviços e acredita que o aumento acima da inflação é injusto: “não parece justo, já que o serviço prestado pelas companhias não está à altura da dignidade do cidadão goiano”.

De acordo com a decisão, as empresas podem sofrer multa diária de R$ 20 mil em caso de descumprimento,

Há ainda possibilidade de recursos.

A suspensão do aumento vai ser mantida até que as empresas de ônibus provem com planilhas a necessidade do valor de R$ 3,70 e que estão cumprindo todos os pontos determinados pelo contrato de operação.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: