Protestos contra tarifa fecharam terminais de ônibus em São Paulo

Terminal Pinheiros, um dos fechados na manhã de segunda-feira.

Manhã de segunda-feira tumultuada para os passageiros e motoristas

ADAMO BAZANI

Quem precisa dos serviços de transportes no terminal Pinheiros e no terminal Bandeira enfrentou dificuldades.

Protestos contra aumento nas tarifas de ônibus, trens e metrô, que foi aplicado no último sábado, fecharam na manhã desta segunda-feira, 11 de janeiro, dois terminais de ônibus de grande movimento na cidade de São Paulo.

No terminal Pinheiros, na zona oeste da capital paulista, os ônibus eram impedidos de sair por causa do bloqueio.

Já no terminal Bandeira, na região da Avenida 9 de julho, no centro da capital paulista, os manifestantes bloquearam a entrada dos ônibus.

Os acessos foram liberados há pouco.

Segundo os manifestantes, os atos têm participação do MPL – Movimento Passe Livre.

A adesão é de em torno de 25 pessoas em cada ato.

Na última sexta-feira, o movimento organizou um protesto na região central de São Paulo que acabou em confronto com a Polícia Militar, oito ônibus depredados, dois carros da CET, um da SPTrans e dois carros da Polícia Militar. Três policiais e manifestantes também foram feridos.

Por causa das manifestações da manhã desta segunda-feira, as dificuldades para quem anda de ônibus e também quem está de carro mostrando o trânsito nas imediações são grandes.

Adamo Bazani jornalista especializado em transportes

1 comentário em Protestos contra tarifa fecharam terminais de ônibus em São Paulo

  1. Todos uns vagabundos !! Tem q levar borrachada e spray de pimenta na cara mesmo! hipócritas!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: