Terminal de Ônibus em Americana vai atrasar mais uma vez

corredor brt noroeste

Ônibus padrão BRT em Campinas, interior de São Paulo. Corredor na região deve sofrer atrasos maiores.

Obra deveria ter sido entregue em dezembro de 2014. A nova previsão é março de 2016

ADAMO BAZANI

A EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, do Governo do Estado de São Paulo, vai atrasar mais uma vez a entrega do Terminal de Ônibus de Americana, que faz parte do Corredor BRT Noroeste, na região de Campinas, interior de São Paulo.

De acordo com o presidente da EMTU, Joaquim Lopes, apenas uma área de plataforma será aberta em dezembro deste ano. Somente em março de 2016, todo o terminal deve estar em operação.

“Deveremos liberar uma área de plataformas, para o tráfego de ônibus e atividade de embarque e desembarque – sentido Americana – Santa Barbara, lateral à via férrea. A outra (pista) permanecerá isolada para atender a logística da obra de saída e entrega de materiais, pois o primeiro piso estará em obras”, informou o presidente da EMTU, Joaquim Lopes, pelo Facebook, de acordo com o jornal Todo o Dia.

É o quinto adiamento de entrega total da obra.

A previsão inicial era de conclusão do terminal em dezembro de 2014. No início deste ano, previsão mudou para setembro de 2015. Mas em julho, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin disse que a obra seria entregue em janeiro de 2016 e agora, a data prevista é março de 2016.

A EMTU disse em nota que em dezembro o terminal já estará “operacional”, portanto, havendo o cumprimento da promessa. No entanto, a operação será apenas parcial.

O terminal deve custar ao todo R$ 25 milhões e atender a 19 mil passageiros por dia em 13 linhas metropolitanas com destino às cidades de Santa Bárbara d’Oeste, Nova Odessa e Sumaré.

Apenas a concretagem do piso do mezanino e 11 arcos de sustentação da cobertura foram concluídos até agora.

O terminal faz parte do BRT Noroeste, que é o corredor Metropolitano Biléo Soares. O sistema deve ter 47,4 km ligando Campinas aos municípios de Hortolândia, Sumaré, Nova Odessa, Monte Mor, Americana e Santa Bárbara D’Oeste.  A obra completa deveria ter sido entregue em janeiro deste ano. Mas agora, a nova previsão é meados de 2016.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: