Edital reunirá desenvolvedores para criação de soluções tecnológicas em mobilidade urbana

ônibus São Paulo

Ônibus da Capital Paulista. Projetos desenvolvidos por micro e pequenas empresas ou por empreendedores individuais podem ajudar na mobilidade da capital paulista

Serão projetos com financiamentos de valores entre R$ 50 mil e R$ 200 mil reais. A chamada se destina a microempreendedores individuais ou micro, pequenas e médias empresas

No próximo dia 21 de setembro, durante a Semana da Mobilidade 2015, a Secretaria Municipal de Transportes (SMT), a SPTrans e a CET, irão apresentar a chamada de projetos de tecnologia da informação e comunicação para microempreendedores individuais, micro, pequenas e médias empresas que tenham interesse em participar de uma seleção cuja finalidade será financiar a criação de projetos de gestão pública e mobilidade urbana. A apresentação será feita durante evento no Centro Cultral São Paulo (CCSP).

Os projetos terão três categorias de financiamento, de R$ 50 mil a R$ 200 mil reais, e serão desenvolvidos por um período de 6 a 24 meses, priorizando o sistema open-source. As criações serão desenvolvidas no MobiLab, Laboratório de Mobilidade da SMT, coordenado pelo chefe de gabinete da SPTrans, Ciro Biderman.

O evento de lançamento do edital também será uma oportunidade de networking entre os participantes e contará, em sua programação com palestrantes especializados para debater temas como empreendedorismo, tecnologia e inovação nas políticas públicas de mobilidade urbana.

O evento faz parte do calendário da Semana da Mobilidade 2015, que começa oficialmente no dia 18 e vai até o dia 25 de setembro. A chamada de projetos acontecerá no próximo dia 21, no CCSP, na Rua Vergueiro, número 100, das 16h às 19h.

Toda a programação da Semana da Mobilidade pode ser conferida no site: http://semanadamobilidade.cetsp.com.br/index.html.

Assessoria de Imprensa – SPTrans

9 comentários em Edital reunirá desenvolvedores para criação de soluções tecnológicas em mobilidade urbana

  1. Há um ou dois anos atrás, a Prefeitura lançou um projeto convocando estudantes e entusiastas de tecnologia para participarem como estagiários e criarem projetos para mudança na mobilidade urbana. Será que isso teve resultado?

  2. Adamo porquê ainda não existe um bilhete único universal, para a Sptrans, EMTU, Metrô, CPTM e para o transporte municipal de todas as cidades da região metropolitana de São Paulo?

  3. Adamo pelo o que eu vi na proposta de novas linhas da SPTRANS, os números mudarão.
    Mas e as linhas noturnas, a numeração é do sistema Interligado, será que vai permanecer assim?

  4. obrigado Adamo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: