As melhores empresas de transportes do País

Publicado em: 2 de setembro de 2015

donos de empresas de ônibus

Prêmio ANTP de Qualidade reconhece melhores empresas do País que participaram das avaliações. Da esquerda para a direita: Haroldo Isaak (Leblon Transporte de Passageiros), Indiara Ferreira (HP Transportes), Ramon Victor Cesar (BHTrans), Júlio Cezar Diniz (Rouxinol Turismo), Paulo Roberto Saccol (Medianeira Dourados) e Humberto Kasper (Trensub) – Foto: Adamo Bazani

Prêmio ANTP de Qualidade destacou modelos de gestão voltados para a excelência na prestação de serviços que interferem no dia a dia dos passageiros

ADAMO BAZANI

Uma premiação destinada às empresas de transportes, mas que na verdade tem os passageiros como principais ganhadores.

Assim pode ser considerado o Prêmio ANTP de Qualidade, concedido pela Associação Nacional de Transportes Públicos e que em 2015, em seu décimo ciclo, completou 20 anos.

Isso porque, muito mais que concorrem a um prêmio, as empresas desenvolvem ações de melhorias que que acabam servindo de exemplo para outras companhias do setor, melhorando a prestação de serviços para a população.

As empresas que se inscrevem para a premiação são submetidas a rigorosas avaliações realizadas por juízes independentes que levam em conta aspectos como viabilidade financeira, situação tributária, comunicação interna e com a comunidade, satisfação dos funcionários e passageiros, ambiente de trabalho e formas de operação.

Além de preencherem os formulários com os questionamentos da ANTP, as empresas, sejam operadoras ou gerenciadoras, recebem em suas sedes os auditores da premiação que analisam na prática como estão sendo prestadas as atividades.

Neste dia 1º de setembro de 2015, durante o Seminário Nacional NTU – Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos e a Feira de Mobilidade Transpúblico 2015 foram conhecidas as seis empresas premiadas cujos exemplos podem servir para todo o mercado de transportes. O evento ocorreu no Transamérica Expo Center, região de Santo Amaro, zona Sul da Capital Paulista e teve cobertura do Blog Ponto de Ônibus.

As vencedoras foram:

TROFÉU OURO:

HP Transportes Coletivos (Goiânia/GO) – categoria Operadora Rodoviária Urbana e/ou Metropolitana

BHTrans – Empresa de Transportes e Trânsito e Belo Horizonte (Belo Horizonte/MG)– categoria órgão Gestor de Transportes Públicos

TROFÉU PRATA:

Leblon Transporte de Passageiros (Fazenda Rio Grande/PR) – categoria Operadora Rodoviária Urbana e/ou Metropolitana.

Trensurb – Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. (Porto Alegre/RS)– categoria Operadora Metroferroviária.

TROFÉU BRONZE:

Medianeira Dourados Transportes Ltda (Dourados/MS) – categoria Operadora Rodoviária Urbana e/ou Metropolitana.

Rouxinol Viagens e Turismo Ltda (Contagem/MG) – categoria Operadora de Serviços de Fretamento.

Para conquistarem os prêmios, as empresas submetidas às avaliações independentes tiveram de alcançar as pontuações estabelecidas nos itens propostos pelos técnicos. Para deixar o resultado totalmente confiável, os juízes analisavam os resultados, mas não era revelada qual empresa estava sendo avaliada.

O SER HUMANO ACIMA DE TUDO:

Todas as empresas que conquistaram os prêmios tiveram como meta principal o aperfeiçoamento da prestação de serviços visando o negócio em que atuam. Este aperfeiçoamento deve estar sempre voltado para servir o ser humano, como deve ser a característica de quem atua no setor de transportes.

O presidente da ANTP, Ailton Brasilense Pires, destacou que a premiação deste ciclo foi especial, já que foi realizada num momento de crise, que também significa momento de oportunidade.

“Há um ideograma chinês que representa perigo e oportunidade. Um prêmio que incentiva e multiplica bons exemplos na área de transportes é bem isso. O país já passou por várias crises, mas pessoas de visão enxergaram as oportunidades. Competência, método e criatividade resultam em qualidade, em saídas” – disse Ailton Brasiliense Pires.

A diretora-executiva da HP Transportes Coletivos, Indiara Ferreira, destacou a importância dos valores de uma empresa para a qualidade da prestação de serviços.

“Amor por servir, este é o principal valor que pregamos e praticamos.” – disse. O diretor-presidente da HP Transportes Coletivos, Edmundo de Carvalho Pinheiro, disse que a boa gestão é um dos fatores principais para a boa prestação de serviços.

“A empresa foca em gestão e gestão de pessoas para pessoas. Assim, as melhorias de processos, estratégias e investimentos em tecnologia devem ter o bem estar do ser humano como meta” – enfatizou.

O presidente da BHTrans, Ramon Victor Cesar, disse que a gerenciadora tem se esforçado para melhorar a mobilidade da capital mineira.

“Este prêmio mostra que estamos trilhando o caminho certo sempre podendo melhorar. O símbolo maior deste esforço hoje é o BRT Move (sistema de corredores de ônibus) que tem trazido mais qualidade para a população. Agradeço os 1150 funcionários da BHTrans por esta conquista” – disse.

Servir bem à população e reconhecer os funcionários como responsáveis pelas conquistas, não somente do prêmio, mas do dia a dia, é uma das práticas destacadas pelo diretor-presidente da Leblon Transporte de Passageiros, Haroldo Isaak.

“Nosso lema colocado em prática na Leblon é servir com excelência à Excelência. Há um versículo bíblico muito importante que diz que ‘Tudo o que fizerem, façam-no de todo o coração’. E está aí mais um resultado. Agradeço aos colaboradores que não só vestiram a camisa, mas suaram a camisa em prol de um transporte com qualidade” – explicou

O diretor da Trensurb, Humberto Kasper, disse que é possível uma ferrovia federal operar com excelência.

“Nossa equipe de trabalho mostra que uma ferrovia pública federal pode atingir um nível de excelência. Nosso sonho é buscar a autossustentabilidade. A principal chave para isso é dar prioridade ao que o cidadão precisa, usando bem os recursos públicos e tecnológicos” – comentou.

Diretor da Rouxinol Turismo, Júlio Cezar Diniz, disse que a empresa investe em cultura e formação dos trabalhadores.

“As empresas são formadas por seres humanos. Assim, investir nas pessoas é resultado de bons negócios e qualidade refletindo no dia a dia de outros seres humanos. Estimulamos a participação de nossos funcionários em diversos cursos, inclusive universitários” – disse.

O diretor da Medianeira Dourados, Paulo Roberto Saccol, contou que o ciclo coincidiu bem no processo de licitação onde a companhia atua, que é uma fase bem trabalhosa para uma empresa de transportes.

“Estávamos atentos às novidades e havia preocupação se continuaríamos. Mas nos sentimos estimulados a participar. Uma premiação que visa a qualidade ajuda a apresentarmos um melhor serviço e envolve mais ainda os colaboradores” – explicou.

Na mesma noite, foi lançado o 11º Ciclo, que deve se encerrar em 2017 e contar com a participação de mais empresas do setor de transportes.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Marco Zaíra disse:

    Maldito Donisete Braga prefeito petista que tirou a Leblon de Mauá. Era uma empresa bem melhor que a Suzantur.
    Donizete fez isso para beneficiar os mafiosos Ronan Maria Pinto e Baltazar José de Souza, assassinos do Celso Daniel.

  2. corumbé disse:

    Uma das melhores empresa do brasil a leblon!! mas para mauá não serve pois não eram da turma do prefeito, temos que se contentar com uma tal de suzantur

  3. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Êêeeeeeeeeeeeeeeeee GOIANIA, o futuro do país.

    PARABÉNS A TODAS AS EMPRESAS.

    E o mais impressionante nenhuma empresa do Estado de São Paulo.

    Que belo indicador, pra todo o buzão de Sampa.

    Leblon é só juntar esse prêmio aos autos, mas não aos “autos buses”; mas sim nos autos judiciais.

    O faturamento será maior do que se tivesse operado.

    Alguém duvida ??????

    Como diria um saudoso professor que conheci.

    ” Há malas que vão para Belém ”

    Att,

    Paulo Gil

  4. Jackson disse:

    Se eu fosse o haroldo isaak tentava arrancar até o ultimo centavo possivel tando do donisete braga quanto da prefeitura de Mauá

  5. Quem dera uma Leblon no lugar da Express.

  6. SÉRGIO SANTO ANDRÉ disse:

    Olha aí a Leblon levando um prêmio desses, um tapa na cara dos “gestores” do transporte em Mauá…

  7. idenilda disse:

    Empresa da Zona sul de Sao Paulo Gatuza ,também poderia ser contemplada devido ser uma empresa séria e com democracia ,respeitadora aos direitos dos passageiros efuncionarios, são umas das ótimas da Zona Sul de são Paulo,mesmo meu filho ,não fazendo mais parte do quadro de funcionário ele dá ótimas referencia sobre a viação Gatuza devido dizer que á diciplina e os companheiros da Empresa Gatuza são exatamente rigorosa e exemplar mesmo sentindo muito ele agradece á todos, ele entrou como jovem aprendiz e criou carreira mas enfim foi demitido mas teve bom currículo referente a todos da empresa , fico triste por nem ele saber o porque demitiu mas mesmo assim senhor ,JOSÉ SAAD NETO E SENHORA ANDREA SAAD SABE FAZER,COMO UMA EMPRESA SEGUIR E SE OUTRAS DA ZONA SUL FOSSE COMO Á GATUZA SERIA UMA ZONA SUL DIFERENTES …PARABENS GATUZA!!!!

Deixe uma resposta