Mercedes-Benz reverte 1.500 demissões e greve termina

ônibus Mercedes-Benz

Ônibus Mercedes-Benz. Houve acordo e demissões serão canceladas

Foi aprovada a adesão ao PPE e reajuste salarial no ano que vem será reduzido

ADAMO BAZANI

Mil e quinhentos trabalhadores da planta da Mercedes-Benz, em São Bernardo do Campo, já podem respirar aliviados.

Depois de negociações entre o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e a fabricante de caminhões e ônibus, foram canceladas as mil e quinhentas dispensas que começariam a ser efetuadas a partir de amanhã, 1º de setembro de 2015.

Foi aprovada a adesão ao PPE – Programa de Proteção ao Emprego da seguinte maneira: a redução na jornada de trabalho e jornada será de 20% por um período de nove meses. Metade dos salários reduzidos será paga pelo FAT – Fundo de Amparo ao Trabalhador, como prevê o programa. Assim, na prática, a redução salarial será de 10%.

Os trabalhadores aceitaram também o corte pela metade do reajuste salarial previsto para o ano que vem. Para compensar, uma diferença de R$ 3 mil será paga num abono não incorporado ao salário.

A Mercedes-Benz alega ter um excedente na planta de São Bernardo do Campo de dois mil trabalhadores por causa da redução das encomendas de ônibus e caminhões devido à recessão econômica brasileira.

Com o acordo, os trabalhadores que estavam em greve retornaram às atividades.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes.

4 comentários em Mercedes-Benz reverte 1.500 demissões e greve termina

  1. JOÃO AYRTON LAMBIASE // 31 de agosto de 2015 às 20:31 // Responder

    Está vendo ?, é o que eu disse no último comentário a respeito das demissões, se houver um pouco de bom senso, tudo se resolve. Estou certo, ou não?

  2. como é bom trabalhar em montadoras, praticamente não se corre risco de perder o emprego, basta anunciar demissões que o governo vem socorrer e garantir o trabalho deles, outras áreas não tem a mesma importância, dizem os defensores dessas medidas, aí as outras áreas vão demitindo e os veículos serão vendidos para quem cara pálida? para os próprios funcionários?kkk

  3. Falou tudo neblina.

  4. Amigos, boa noite.

    Como diz o meu sábio pai:

    “NESSE PAÍS FALTA TUDO”

    E eu complemento com o seguinte:

    Toda família brasileira tem em sua residência um bem de uso, que já acabou.

    Se toda família trocar esse bem (vejam bem, a troca não será por questão de design ou modernidade; mas por necessidade mesmo), a indústria nacional não dará conta; isso em todos os tipos de indústrias.

    Por 2 motivos óbvios.

    Não há infra estrutura (principalmente energia);

    E a indústria nacional não tem capacidade produtiva;

    Por isso que o brasileiro tem sempre o salário corroído.

    Pois se tiver poder aquisitivo, não há capacidade produtiva, infraestrutura, energia, aeroportos, portos, buzões, estradas, hidrovias, balsas e tudo mais.

    Concluindo, meu pai está correto.

    NO BRASIL FALTA TUDO !

    O potencial de crescimento do Brasil é enorme, pena que nos deixam em “coma induzido”

    Eu tenho a maior curiosidade em saber quem mantém o Brasil nesse coma.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: