Com recursos federais, obras de corredor de ônibus em Mauá devem começar em setembro

Suzantur

Ônibus em Mauá. Obras devem causar transtornos, mas prefeitura promete ao final melhorias nos deslocamentos.

Também devem ser feitos três novos terminais. Objetivo é direcionar parte da demanda da CPTM para estação Guapituba

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Mauá, na Grande São Paulo, promete para setembro o início das obras de construção de um corredor de ônibus e de três terminais na cidade.

As intervenções terão financiamento de R$ 33 milhões do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, do Governo Federal.

O corredor de ônibus simples deve ser implantado no eixo da Avenida Itapark, uma das principais da cidade, com 12 quilômetros de extensão, desde o cruzamento com a Avenida Rio Branco até o novo terminal de ônibus que faz parte das intervenções. Os veículos de transporte coletivo terão prioridade, mas a estrutura não vai se tratar de um BRT – Bus Rapid Transit, com segregação total, embarque à esquerda e pagamento de tarifa em estações, antes mesmo da chegada dos ônibus.

Além do terminal Itapark, devem ser construídos um novo terminal no Jardim Zaíra, com a demolição do atual, e um terminal novo no Jardim Itapeva.

Todas as obras devem ser concluídas até o início de 2018.

Um dos objetivos com os novos espaços e remodelações das atuais linhas municipais é direcionar parte da demanda que embarca na estação Mauá da CPTM para a estação Guapituba, diminuindo o número de passageiros no centro da cidade e no Terminal Central de Ônibus, considerado pequeno pela quantidade de veículos.

O contrato com a empresa Oestevalle Pavimentações e Construções Ltda deve ser assinado na próxima semana.

As obras devem trazer transtornos ao trânsito durante a execução. A prefeitura de Mauá contratou por R$ 3 milhões uma empresa para informar rotas alternativas e readequar linhas de ônibus.

O transporte público em Mauá é operado hoje apenas por uma empresa de ônibus, a Suzantur. A demanda diária é de 120 mil passageiros, sendo que 40% passam pelo eixo da Avenida Barão de Mauá e 30% pela Avenida Presidente Castelo Branco, na direção do Jardim Zaíra.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em Com recursos federais, obras de corredor de ônibus em Mauá devem começar em setembro

  1. Será que vai melhorar?? Ou é só mais um problema

  2. Eduardo Franca silva // 2 de setembro de 2015 às 22:50 // Responder

    o planejamento precisa ser bem estudado para não desperdiçar verbas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: