Rio apresenta primeiro trem do VLT

VLT

VLT do Rio de Janeiro teve o primeiro trem apresentado neste domingo. De acordo com prefeitura, será o segundo sistema no mundo com alimentação de energia pelo solo. Foto: Divulgação Prefeitura Rio de Janeiro.

Rio apresenta primeiro trem de VLT

De acordo com prefeitura, sistema será o segundo no mundo a não precisar de rede aérea para mover os veículos

ADAMO BAZANI

O primeiro dos 32 trens do VLT – Veículo Leve sobre Trilhos do Rio de Janeiro foi apresentado neste domingo, 5 de julho de 2015, com a participação do prefeito Eduardo Paes.

O sistema que deve ter 28 quilômetros de extensão vai custar R$ 1,157 bilhão, sendo R$ 532 milhões oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2) e R$ 635 milhões vindos de Parceria Público Privada (PPP) pela prefeitura do Rio de Janeiro. O contrato de operação vai ser de 25 anos.

O modal vai ligar a Rodoviária Novo Rio, na Zona Portuária, ao aeroporto Santos Dumont, na região central. A estimativa é de que o primeiro trecho esteja concluído no primeiro semestre do ano que vem. Serão 32 paradas e quatro estações que vão comercializar os bilhetes: Rodoviária, Central do Brasil, Praça 15 e Aeroporto Santos Dumont.

O segundo eixo do VLT deve ligar a Praça 15 à Central do Brasil.

A prefeitura promete integração física e tarifária com o sistema de ônibus em corredores de maior velocidade – BRT, ônibus comuns, trens, barcas e metrô.

Algumas linhas municipais de ônibus serão eliminadas quando os serviços do VLT forem avançando.

Segundo a prefeitura, cada trem de VLT terá capacidade para 420 passageiros. O intervalo entre as composições em horário de pico deve ser 3,5 minutos e a velocidade média comercial vai variar entre 15 km/h e 17 km/h.

Em nota, a prefeitura informa que vai ser o segundo VLT do mundo com alimentação de energia elétrica pelo solo e não por rede aérea.

“O inovador sistema de fornecimento de energia APS (alimentação pelo solo) fará com que o Rio de Janeiro seja a segunda cidade do mundo a ter um VLT em operação totalmente livre de catenárias, cabos aéreos de captação da energia. O primeiro deste tipo está em operação em Dubai, na Ásia.”

Na mesma nota, o prefeito Eduardo Paes diz que o VLT representa a “volta dos bondes” no Rio de Janeiro.

“Ele será integrado às barcas, aos trens, ao metrô e aos BRTs. Além de representar a volta do bonde, que sempre foi uma marca do Rio, concebido para tornar a cidade mais justa e melhor”  — disse Paes na nota enviada à reportagem pela prefeitura

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes.

1 comentário em Rio apresenta primeiro trem do VLT

  1. Amigos, boa noite.

    Se a velocidade for essa mesmo, de 15 a 17 Km/hora.

    Nooooooosa

    Pra que serve essa lesma ????

    Ja dizia o poeta.

    “QUE PAIS E ESSE ??????? ”

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: