MAIS ATRASO: Prefeitura de São Paulo suspende licitação de 44,4 km de corredores

ônibus sp

Ônibus em São Paulo. Depois de vários questionamentos técnicos, prefeitura suspende a licitação de 44,4 quilômetros de corredores de ônibus. Foto: Adamo Bazani

Prefeitura de São Paulo suspende licitação de 44,4 quilômetros de corredores de ônibus

Motivo, segundo administração Haddad, foi a quantidade de questionamentos técnicos feitos por interessados

ADAMO BAZANI – CBN

A prefeitura de São Paulo suspendeu a licitação de 44,4 quilômetros de corredores de ônibus que seriam construídos na cidade. Assim, as obras deste tipo que poderiam ajudar na mobilidade vão ficar ainda mais atrasadas.

Entre as vias que tiveram a licitação suspensa estão trecho 3 da Radial Leste, lote 1 do corredor Perimetral/Itaim/São Mateus e os trechos 2 e 3 do Perimetral Bandeirantes/Salim Farah Maluf. Os corredores teriam características de BRT – Bus Rapid Transit, com espaço mais apropriado para os ônibus, estações de embarque e desembarque com o piso no mesmo nível do assoalho dos veículos, pagamento de passagem antes da entrada no ônibus e painéis informando a previsão de chegada dos veículos. A licitação do terminal de ônibus Itaim Paulista também foi suspensa.

Segundo a prefeitura, a suspensão foi motivada por uma série de contestações técnicas feitas pelos interessados nas obras.  Uma das representações foi da APEOP – Associação Paulista de Empreiteiros de Obras Públicas.

A prefeitura assim deve se manifestar a respeito de um relatório de contestações elaborado pela Subsecretaria de Fiscalização e Controle do TCM –Tribunal de Contas do Município.

Como a licitação destes trechos de corredores e do terminal receberia as propostas no próximo dia 30 de junho de 2015, a prefeitura avaliou que não haveria tempo de responder a todos os questionamentos e decidiu suspender a concorrência.

Não há data para a reabertura do processo de licitação destes 44,4 quilômetros de corredores de ônibus.

Recursos não seriam os problemas para estes trechos, já que para eles há reserva de verbas do PAC- Programa de Aceleração do Crescimento.

Veja o comunicado da prefeitura no Diário Oficial da Cidade por este link:

diario_cidade_adamo_suspende

Com esta mais nova suspensão, tendo participação mais uma vez do TCM, fica mais improvável a concretização da promessa de campanha do prefeito Fernando Haddad de entrega de 150 quilômetros de corredores de ônibus até o final de 2016, quando termina sua gestão.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em MAIS ATRASO: Prefeitura de São Paulo suspende licitação de 44,4 km de corredores

  1. Amigos, bom dia.

    Mais uma PREVISIVEEEELLLLLLLLLLLLLLL, aliás já prevista em posts anteriores:

    Nesta gestão corredores de buzão não terão tempo hábil para e execução e muito menos inauguração e funcionamento.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Se realmente houve já o financiamento guardado como foi dito o importante e deixar em curso as obras para o próximo prefeito,pelo menos isso quero ver.

  3. Mas entregar os corredores até 2016 não daria mesmo se começasse amanhã. O que interessa é que as obras comecem da forma correta, sem atropelar a parte técnica. Um dia gasto a mais nesta etapa são 3 dias economizados mais pra frente. Acho que dar ênfase ao TCM na decisão, parecendo ser algo negativo e fazer um órgão que busca proteger as contas do município contra irregularidades parecer um vilão perante a população, é um desserviço.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: