Vale Transporte totaliza 3,2 milhões de embarques por dia, diz SPTrans

ÔNIBUS

Ônibus municipal em São Paulo. Uso do Vale-Transporte chega a 3,2 milhões de embarques por dia, de acordo com SPTrans. Foto: Adamo Bazani

Vale Transporte totaliza 3,2 milhões de embarques por dia, diz SPTrans

São 2 milhões de vales que se propiciam mais 1,2 milhão de integrações

ADAMO BAZANI – CBN

O total de embarques com o Bilhete Único Vale Transporte, contando o uso direto do cartão e as integrações chegou a alcançar neste ano média diária de 3 milhões e 200 mil.

Os números foram divulgados pela SPTrans – São Paulo Transporte, que gerencia o sistema na capital paulista, sendo um dos maiores desde a criação do Bilhete Único em 2004.

Deste total, 2 milhões são embarques diretos com o cartão e os outros um milhão e 200 mil representam integrações entre ônibus municipais ou com os trens da CPTM e metrô.

O cartão permite que o passageiro faça até quatro viagens  num período de duas horas com o pagamento de uma só tarifa.

Se não fosse o número de trabalhadores que atuam na informalidade, o órgão gestor acredita que o uso do Vale Transporte poderia ser maio ainda.

Ainda de acordo com a SPTrans, entre 2003 e 2013, o uso do Vale- Transporte com cartão eletrônico contribuiu para que os assaltos a ônibus na Capital caíssem 94%. Isso porque, há menos dinheiro em circulação nos coletivos.

Em nota, a SPTrans detalha o uso do Vale Transporte e fala sobre o transporte de madrugada que tem auxiliado, segundo a gerenciadora, trabalhadores de expedientes noturnos.

O Vale-Transporte é um direito trabalhista previsto em lei desde 1985.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

NOTA:

O Vale-Transporte (VT) é uma das grandes conquistas dos trabalhadores e um direito garantido por lei. Atualmente, na cidade de São Paulo, existem 2 milhões de VT´s em circulação e são registrados, em média, dois milhões de embarques diários de usuários do benefício. Esses embarques geram ainda mais 1,2 milhão de integrações sem acréscimo tarifário, totalizando no sistema 3,2 milhões de embarques diários.

O VT é um tipo de modalidade do Bilhete Único e um benefício fornecido pelo empregador para uso exclusivo de seus funcionários, com o propósito de custeio das despesas com transporte no percurso entre a residência do funcionário e seu local de trabalho e vice-versa. O cartão permite realizar até quatro viagens no período de 2 horas ao custo de uma tarifa.

Até 2004, o trabalhador pagava a passagem de ônibus com o passe de papel. A partir daquele ano, contudo, quando, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMT) e da SPTrans, a Prefeitura implantou o maior projeto de bilhetagem eletrônica do Brasil, e um dos maiores do mundo, os trabalhadores conquistaram outros importantes benefícios, como a segurança, já que o número de assaltos durantes as viagens em ônibus urbanos caiu 94%, entre 2003 e 2013, em razão da diminuição da circulação de moeda nos coletivos.

O Bilhete Único trouxe também economia para o bolso do trabalhador, por conta da possibilidade da integração com outros modais feita com desconto.

A inclusão social é outro ganho para o trabalhador. Quem mora longe dos centros comerciais hoje, gasta a mesma quantidade de quem mora mais próximo do trabalho. A distância do trabalho, antes, era um dos grandes motivos de o empregador dispensar o candidato à vaga de emprego.

A partir do benefício do Vale-Transporte, o trabalhador também pode realizar recargas em outras modalidades do Bilhete Único comum ou temporal. Para isso é necessário ter o bilhete no modelo mais recente, que pode ser adquirido por intermédio do site:

http://bilheteunico.sptrans.com.br/cadastro.aspx

Ônibus mais modernos e equipados em benefício dos trabalhadores

A SMT tem implantado operações e homologado novas tecnologias para atender os trabalhadores e a população em geral que utiliza o transporte público com ônibus mais modernos e melhores estruturas nos terminais de ônibus. Atualmente, 110 ônibus novos estão equipados com ar condicionado e 254 já oferecem conexão gratuita à internet com rede wi-fi. Também os 28 terminais de ônibus sob responsabilidade da SPTrans já oferecem a conexão wi fi.

Serviço Noturno: ônibus para quem trabalha à noite

Os trabalhadores que entram ou saem do serviço durante as madrugadas contam,desde o dia 28 de fevereiro, com 151 linhas de ônibus que operam da zero hora até as 4 horas, com intervalos de 30 minutos no atendimento local e 15 minutos no atendimento estrutural.

A tarifa do novo Serviço Noturno é a mesma e no total, 454 ônibus fazem as linhas e 88 veículos ficam na reserva da operação, que é controlada por GPS a partir de um Centro de Controle Operacional.

O bom desempenho do serviço garante o cumprimento dos horários programados para as partidas e, assim, maior confiabilidade ao sistema e segurança ao trabalhador.

Todas as linhas de ônibus e trajetos estão disponíveis no site da SPTrans http://www.sptrans.com.br/noturno/.

O Direito do Trabalhador

Todo trabalhador tem direito ao Bilhete Único Vale-Transporte, independentemente do regime de contratação, seja ele CLT ou Estatuto.

O direito do trabalhador brasileiro ao Vale-Transporte é assegurado pela Lei n° 7.418, de 16 de dezembro de 1985, com a alteração da Lei n° 7.619, de 30 de setembro de 1987.

É vetado substituir o Vale-Transporte por dinheiro ou qualquer outra forma de pagamento. O Vale-Transporte não poderá ser pós-pago, conforme determina a legislação em vigor.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: