O papel de cada um no transporte de Curitiba e região

ônibus Curitiba

População depreda ônibus em Araucária revoltada com mudanças geradas pela desintegração financeira entre linhas metropolitanas e municipais. Alterações foram feitas por Urbs e Comec após impasse político sobre subsídios das integrações. Foto: Gazeta do Povo

Papel de cada um nos transportes de Curitiba e região
Neste momento de transição e até dificuldades que o setor de mobilidade enfrenta, é importante que a população saiba qual o papel de cada um nos transportes
ADAMO BAZANI – CBN
Os transportes coletivos de Curitiba e região metropolitana, que são considerados referências até para outros países, passam por um momento de mudança e até mesmo de dificuldades para todos: população, empresas de ônibus e poder público.
A desintegração financeira entre as linhas metropolitanas e as municipais de Curitiba na RIT – Rede Integrada de Transporte fez com que houvesse a separação do sistema de bilhetagem, com o cartão da Urbs só para as linhas da capital e a criação de um passe de papel, que logo será substituído por um cartão eletrônico, para os serviços metropolitanos integrados. Além disso, alguns itinerários tiveram de ser alterados.
Essas mudanças não foram vontade das empresas de ônibus e muito menos da população. O impasse ocorreu por rivalidades políticas entre o governador do Paraná, Beto Richa, do PSDB, e o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, do PDT que levantaram discussões relacionadas aos subsídios necessários para manter as integrações.
A população ficou revoltada. No último dia 13 de abril, por exemplo, duas empresas que atuam em Araucária, um dos municípios onde ocorreram mudanças de linhas e na forma de integração, tiveram ao menos sete ônibus depredados. Os prejuízos foram de R$ 190 mil.
Ações violentas não se justificam em nenhuma hipótese. No entanto, é importante que a população saiba o papel de cada envolvido nos transportes para, de forma civilizada, saber cobrar.
Basicamente, os transportes de Curitiba e região são formados por três frentes.
• Comec – Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba: É uma autarquia do governo do Estado do Paraná vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Urbano. É justamente a Comec que determina as mudanças de horários, itinerários e integrações das linhas metropolitanas integradas da RIT e das não integradas.
• Urbs S.A – Urbanização de Curitiba S.A.: É uma empresa de economia mista que tem como maior acionista a Prefeitura de Curitiba. Planeja e altera horários, itinerários e integrações das linhas municipais da capital paranaense. Responsável pelo Cartão Urbs. O quadro de acionistas é formado por: – Prefeitura de Curitiba (99%), Fundação Bamerindus de Assistência Social (0,051%), HSBC Seguros S.A. (0,019%), Banestado S.A. Participações, Administrações e Serviços (0,009%) e Instituto de Engenharia do Paraná (0,0015).
• Empresas de Ônibus: são as operadoras do sistema de transportes. Elas recebem as ordens de serviços, com horários, itinerários e pontos de integração de quem gerencia os sistemas, seja a Comec para as linhas metropolitanas e a Urbs para as municipais de Curitiba. Elas são obrigadas a seguir estas determinações e a prestar bons serviços. As companhias são representadas pelo Setransp – Sindicato das Empresas de Transporte Urbano e Metropolitano de Passageiros de Curitiba e Região Metropolitana. As empresas são as seguintes: Araucária Transporte Coletivo Ltda – Metropolitana, Araucária Transporte Coletivo Ltda – Urbana, Auto Viação Marechal Ltda, Auto Viação Redentor Ltda, Auto Viação Sanjotur Ltda, Auto Viação Santo Antônio Ltda, Auto Viação São José dos Pinhais Ltda, CDD Transporte Coletivo S.A. (Empresa Cristo Rei), Empresa de Ônibus Campo Largo Ltda; Empresa de Ônibus São Braz Ltda, Expresso Azul Ltda – Metropolitana, Expresso Azul Ltda – Urbana, Leblon Transporte de Passageiros Ltda, Orlando Bertoldi & Cia Ltda (Auto Viação Mercês), Reunidas S.A. Transportes Coletivos, Transporte Coletivo Glória Ltda, Transtupi Transporte Metropolitana Ltda, Viação Antonina Ltda, Viação Castelo Branco Ltda, Viação Cidade Sorriso Ltda, Viação Colombo Ltda, Viação do Sul Ltda, Viação Graciosa Ltda, Viação Marambi Ltda, Viação Nobel Ltda, Viação Piraquara Ltda, Viação Tamandaré Ltda, Viação Tinquera Ltda
Claro que como uma engrenagem que o transporte coletivo é na sociedade e na economia, tais frentes não agem de maneira sozinha. Há a influência das empresas nas decisões das gerenciadoras e há também determinações do poder público que são seguidas pelas companhias de ônibus, mesmo que sem a concordância destas operadoras.
No entanto, o passageiro precisa ser mais ouvido, em especial por quem planeja os serviços.
Há poucos canais eficientes de comunicação, restando até mesmo recorrer à imprensa e órgãos como Ministério Público.
Para isso cobrar, no entanto, é necessário sair do senso comum. A população precisa se informar mais, saber sobre o que reclamar de fato e a quem deve fazer isso.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em O papel de cada um no transporte de Curitiba e região

  1. Amigos, boa noite.

    Toda manifestação tem e deve ser pacífica.

    Porém, quem bate esquece.

    Quem apanha não.

    O povo está cansado de apanhar, será que ninguém percebe isso ????

    É uma lei da física.

    ” A toda ação corresponde uma reação”

    Att,

    Paulo Gil

  2. Complementando:

    Hoje utilizei um buzão da 8.2, que o velocímetro interno marcava 13 Km / hora quando o buzão estava parado.

    Quando andava um pouco, passava de 90 Km, ai o equipamento entrava em parafuso só aparecendo traços ou apagava.

    Sinceramente, há alguma coisa séria nesse país ??????

    Pra que velocímetro digital interno ?

    Pra nada né, afinal foi pago com o dinheiro dos contribuintes, se for inútil não faz mal, já está pago mesmo.

    Se nem um simples velocímetro digital interno conseguem fiscalizar e colocar para funcionar, imaginem o resto.

    É bom nem imaginar…

    Att,

    Paulo Gil

1 Trackback / Pingback

  1. Análise da Rede Noturna – Linha N507-11 TERM. SACOMÃ / METRÔ SANTANA | Nosso transporte público

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: