Sete comitivas internacionais visitaram São Paulo para conhecer transportes, diz SPTrans

SPTrans

Mario Axel Plata Miranda, Comissário de Segurança Viária de Toluca, troca informações sobre o sistema de transportes em grandes cidades com Antonio Vinicio Da Cruz, encarregado do CCI.

Comitivas de diferentes países buscam experiências de transporte em São Paulo

Desde o ano passado a SPTrans já recebeu a visita de sete delegações, em busca de troca de conhecimentos sobre o sistema de transporte público

Sete comitivas do exterior já estiveram em São Paulo para visitar equipamentos e instalações da SPTrans desde o ano passado. O foco maior de interesse é o Centro de Controle Integrado (CCI), no qual funciona parte da central de operações da companhia responsável pelo gerenciamento do transporte coletivo na cidade por onde circulam, todos os dias, 3,8 milhões de passageiros em mais de 6,5 milhões de viagens de ônibus.

No início do mês, por exemplo, a SPTrans recebeu a visita de uma delegação de mexicanos. Mario Axel Plata Miranda, Comissário de Segurança Viária de Toluca, capital do Estado do México, e Luis Gerardo Hernández Madrigal, cônsul adjunto do México no Brasil, vieram conhecer o Centro de Controle Integrado (CCI) para ver de perto as atividades desenvolvidas.

O encarregado pelo CCI, Antonio Vinicio Da Cruz, conduziu os visitantes pelo espaço, localizado no bairro da Consolação, na área central da cidade. Da Cruz demonstrou como é realizado o monitoramento das linhas de ônibus e contou como é feito o registro de acidentes . Em outro momento, mostrou o  mapa da divisão do transporte público na cidade, formado pelos sistemas estrutural e local.

Durante a visita, Da Cruz apresentou à comitiva mexicana detalhes sobre as tecnologias embarcadas, como os validadores e o GPS, que estão contribuindo para modernizar todo o sistema e colocá-lo no século XXI, do ponto de vista do gerenciamento.

Visitas proporcionam troca de ideias

De acordo com Josias Lech, assessor especial da Secretaria de Transportes, as visitas proporcionam a troca de ideias entre osCentro de Controle Integrado (CCI), países, já que estão presentes técnicos e gestores, e que os questionamentos feitos levantam temas que podem ser desdobrados e desenvolvidos.

Em 2014, a SPTrans recebeu cinco comitivas estrangeiras, entre as quais as de Coréia do Sul, Inglaterra e Índia. Juntas, as delegações somaram 97 profissionais visitando instalações da companhia. Todos os representantes do exterior vieram em busca de conhecimentos sobre as técnicas utilizadas no sistema de transporte coletivo por ônibus urbano na capital paulista.

Premiações atraem mais visitantes 

De acordo com a Secretaria Municipal de Relações Internacionais e Federativas, as delegações estrangeiras já entram em contato pedindo para conhecer  também o Expresso Tiradentes. Isso se deve ao reconhecimento internacional conquistado pela SPTrans, após ganhar prêmios como o 2015 Sustainable Transport Award.

Assessoria de Imprensa – SPTrans

5 comentários em Sete comitivas internacionais visitaram São Paulo para conhecer transportes, diz SPTrans

  1. A propósito, a SP Trans tem programas de visitas de entusiastas, técnicos, e curiosos comuns?

  2. Amigos, boa noite.

    Nao esquecam de falar para as comitivas que o CII e tao integrado que todo dia as linhas 8705 e 8019 vai srmpre um na bota do outro na avenida principal.

    O CCI nao controla limpeza interna, so faz linha “caranguejada ziguezagueada” e so solta um carro de 20 em 20 minutos nos dias uteis.

    Que tambem temos degraus internos ALTOS e corredor interno de buzao na media de 54 cm.

    E linha Vapt Vupt de micrinhos continua ate os trilhos nao existe.

    Att,

    Paulo Gil

  3. William de Jesus // 22 de Abril de 2015 às 02:36 // Responder

    Boa noite!

    Grande Paulo Gil!! Uma coisa que a SPTrans e essa prefeitura medíocre precisa aprender, é que linhas de ônibus precisam de bons intervalos TODOS OS DIAS, independente se é feriado ou não.

    Cartão amigão?!? Haa, resolva ir à um cinema, shopping ou parque num domingo ou feriado: dependendo da linha, 40 minutos no ponto com motoristas mais lerdos que lesmas,e se a situação estiver crítica, busão estará lotado. Poxa, mas nem num “Domingoão do Haddadão” é possivel viajar num busão sentado, tranquilo, sem preocupações?! ABSURDO!

    Sobre essa comitivas internacionais, eles virão até aqui, olharão o sistema e dirão:”Minha nossa!! Nosso sistema tem metade de ônibus que essa cidade e consegue atender muito melhor. Eles precisam aprender é com a gente, não o contrário”.

    Espero que hajam boas ideias, e mais que boas ideias, a aplicação delas!

  4. Willian de Jesus, boa noite.

    Buzão limpo internamente e buzão em final de semana e feriado com menos de 40 minutos e vazio, esquece, afinal por R$ 3,50 é querer D +.

    Quanto a sujeira eu já aprendi, já esqueci e já saquei que o padrão é a sujeira mesmo.

    Mas fica tranquilo que com as 3 SPE´s tudo estará resolvido, mas somente depois do “case”
    das novas empresas “babys” de buzão, for resolvida pelo MP.

    Nessa gestão, esquece licitação de buzão ( até rimou rssssssssssssss).

    Mais uma PREVISÍVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

    Se fosse fácil prever os números da mega sena, com é fácil prever o buzão de Sampa; eu já tava pra lá das suas Colinas.

    Abçs,

    Paulo Gil

  5. Amigos, boa noite.

    Eu já dei a ideia do buzão para PNE´s, ser um micro, mas ninguém deu bola.

    Mas no Japão já existe, vejam que graça, charme beleza e praticidade.

    https://www.youtube.com/watch?v=EEfhxmHN9rY

    Motor traseiro, portas de correr externa, e para PNE´s,

    Já inventaram, mas aqui ainda vamos de buzão de degrau interno ALTO.

    Aprendam

    E o piloto usa luvas brancas.

    Será que o buzinho é limpinho ?

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: