ENTREVISTA: Tatto admite atraso em corredores. Até 2030, cidade deve ter mais 500 km de corredores de ônibus

OUÇA A MATÉRIA E ENTREVISTA DO SECRETÁRIO JILMAR TATTO, NO LINK DA RÁDIO CBN:

http://cbn.globoradio.globo.com/sao-paulo/2015/04/11/SECRETARIO-DE-TRANSPORTES-DE-SP-ADMITE-QUE-CRISE-ECONOMICA-ATRASA-CORREDORES-DE-ONIBUS.htm

ônibus

Ônibus em São Paulo. Tatto admite que situação financeira da cidade e baixo crescimento econômico podem atrasar obras em corredores de ônibus. Foto: Adamo Bazani

SUGESTÃO DE CABEÇA: Secretário dos Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, admite que falta de recursos deve obrigar prefeitura a rever cronograma das obras de corredores de ônibus que podem atrasar. Ao apresentar Plano de Mobilidade, secretário diz que até 2030 a cidade pode receber mais 500 quilômetros de corredores de ônibus e mil e 500 quilômetros de ciclovias. Prefeitura quer que PAC financie calçadas e ciclovias.

texto:

As obras dos corredores de ônibus na cidade de São Paulo podem ter prazos revistos por causa das dificuldades financeiras da prefeitura e do baixo crescimento econômico do País.

O secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto, admitiu a possibilidade de atrasos.

Levantamento feito pela reportagem da CBN com base nos dados da SPObras mostra que apenas 40 quilômetros de corredores foram entregues e outros 60 quilômetros estão em obras, algumas com ritmo bem lento. Durante a campanha eleitoral, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, prometeu 150 quilômetros até 2016.

Tatto disse que o objetivo da prefeitura é minimizar os atrasos e que em 2016, com a renegociação das dívidas da cidade com a União, a situação pode melhorar

SONORA

O secretário participou de uma audiência do Plano de Mobilidade de São Paulo. Até 2030, a cidade deve ter, segundo Jilmar Tatto, 500 quilômetros de corredores de ônibus, sendo 150 quilômetros implantados a cada quatro anos. Também há previsão de mil e 500 quilômetros de ciclovias até 2030.

Tatto disse que a prefeitura apresentou proposta ao Ministério das Cidades para que o PAC financie também ciclovias e reforma em calçadas. Hoje o PAC Mobilidade libera recursos para obras como corredores de ônibus e de transportes metroferroviários.

De São Paulo, Adamo Bazani

4 comentários em ENTREVISTA: Tatto admite atraso em corredores. Até 2030, cidade deve ter mais 500 km de corredores de ônibus

  1. Eu não duvidada disso pois o terminal Itaquera as obras praticamente pararam,e tenho minhas dúvidas se não ira parar as obras do corredor Radial 1,ou sair logo a licença ambiental do Radial 2,e o Itaquera,se esses estão comprometidos imagina o Aricanduva,Salin Farah Maluf,23 de Maio e demais que ainda nem começaram,aguardemos a coisa ruim que vira em breve.

    • William de Jesus // 13 de abril de 2015 às 03:25 // Responder

      Boa noite, Rodrigo Santos.

      Infelizmente amigo, conheço a região da ZL o suficiente pra dizer que nenhum político parece gostar da região. Entre todos os lugares, nunca vi tanto menosprezo à uma região. Será porque lá tem metrô, e aí o cidadão que se vire, pois está reclamando “de barriga cheia”? É de dar raiva, mesmo.

  2. Amigos, bom dia.

    2030, noves fora, nada, escorrega um zero, TCM reprova, MP intervém, soma a multa, construtora desiste da obra, chuvas, acresce 10%, problemas ambientais, desapropriação, ações judiciais, herdeiros das desapropriações; mais ou menos e se tudo der certo (pouco provável) 2099.

    Ops, já previ esta data 2099.

    Mais uma PREVISÍVELLLLLLLLLLLLLLLLLLL.

    Isso se todas as garagens desapropriadas forem devidamente quitadas pela PMSP ????

    Lembrando que nem a grama das praças estão sendo cortadas e o “musquitinho” da dengue está na cidade toda, exceto os agentes da dengue e as viaturas de aplicação de inseticida ou
    algo que pelo menos infernize os “mosquitinhos”, pois além dos deles tem gente demais infernizando a vida dos paulistanos.

    Não infernizem trabalhem, mas com um detalhe corretamente ou saim por livre e comprovada.
    ineficiência; afinal nem o GPS instalado há anos, está funcionado, afinal todo dia tem um buzão na “bota” do outro e na mesma avenida principal.

    Relaxo !

    Att,,

    Paulo Gil

  3. William de Jesus // 13 de abril de 2015 às 03:23 // Responder

    Boa noite!

    Que legal, só espero estar vivo até lá, para poder andar nos corredores de Sampa.

    Dizem que quando não se tem nada a dizer, o melhor é não dizer nada; mas parece que o Sr. Tatto não conhece esse ditado. 2030, secretário? Isso é pra animar, ou pra desistir de vez dessa cidade? Quer me convencer que terei de esperar mais 15 anos para que hajam corredores suficientes para a cidade? É mais bonito dizer que o país vive uma crise economica e política, e que por isso todas as obras atrasarão!

    É de dar raiva! Ou pena? Ou alegria? Ou tristeza? Meu Deus!!

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. Tatto acredita que renegociação da dívida pode agilizar corredores | Via Trolebus
  2. Prefeitura de SP propõe que ciclovias sejam inclusas no PAC | Via Trolebus
  3. Prefeitura de São Paulo admite que túnel exclusivo para ônibus pode atrasar | Blog Ponto de Ônibus
  4. Corredores de ônibus: Só 13% da meta alcançada e obras entregues estão incompletas | Blog Ponto de Ônibus

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: