Com suspeita de envolvimento em propina, Marcopolo tem ações em queda

ônibus

Ônibus da Marcopolo. Empresa é suspeita de pagar propina para se livrar de multa e teve o nome citado na Operação Zelotes

Suspeita de envolvimento da Marcopolo em esquema de propina derruba ações da empresa

Segundo indícios da Polícia Federal, empresa pagou R$ 1 milhão para se livrar de multa de R$ 200 milhões

ADAMO BAZANI – CBN

A encarroçadora de ônibus Marcopolo não terminou bem a semana. As ações da empresa na Bolsa de Valores de São Paulo tiveram queda nesta quinta-feira, último dia de pregão antes do feriado, de 4%.

O principal motivo foi a revelação feita pelo jornal O Estado de São Paulo de que a fabricante de carroceria de ônibus com sede em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, teria pago propina de R$ 1 milhão para se livrar de uma multa de R$ 200 milhões que era julgada no Carf – Conselho Administrativo de Recursos Fiscais.

A encarroçadora foi citada na Operação Zelotes, da Polícia Federal, que investiga um suposto esquema de propina que teria lesado a Receita Federal.

Segundo levantou a reportagem, um dos conselheiros, que é investigado, mandou e-mail para o chefe de Coordenação e Pesquisa da Receita Federal, Gerson Schaan, falando sobre o suposto acerto de R$ 1 milhão.

“Os acórdãos em anexo (da empresa Marcopolo) foram ‘negociados’ com as pessoas daquele esquema que já conversamos… houve pagamento de R$ 1 milhão” – diz parte do e-mail.

Contando com diversas empresas que também teriam participado do suposto esquema, os conselheiros do Carf movimentaram R$ 55,7 milhões em 93 transações consideradas atípicas pelo Conselho de Atividades Financeiras – Coaf e, de acordo com a Polícia Federal, os danos à Receita Federal foram de R$ 19 bilhões em sonegações.

Procurada pelo Blog Ponto de Ônibus, a Marcopolo ficou de enviar nesta quinta-feira desde a manhã uma resposta, mas a redação não recebeu nenhum posicionamento da empresa.

O Blog esperou durante o dia todo a manifestação da empresa antes de divulgar a nota.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em Com suspeita de envolvimento em propina, Marcopolo tem ações em queda

  1. Aproveita e investiga a Mascarello, em 2013, 2014 ela ganhou muitas licitações de orgão publico, e continua ganhando

  2. Essa marcopolo vive de maracutaia até hj ninguem me tira da cabeça que tem dedo dela na recusa de bancos em fazer emprestimos para a busscar deve ter feito de tudo para que os mesmos não ajudassem a empresa a se levantar pois o nome busscar até hj se fosse reativado teria muita força no mercado….

  3. Antonio Idevano dos Santos // 4 de abril de 2015 às 11:28 // Responder

    Concentração da nisso, na lista dos sonegadores do HSBC está o Barata, o rei do ônibus, na Zelotes, a Marcopolo, se ligar o financiamento empresarial de campanhas eleitorais com as grandes empresas de ônibus e as poucas encarroçadoras, não sobrará uma.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: