Pela primeira vez, ônibus elétricos chineses vão operar no Japão

Publicado em: 24 de fevereiro de 2015

BYD bus

Cerimônia de entrega dos primeiros ônibus elétricos fabricados na China que vão operar no Japão. BYD deve inaugurar fábrica no Brasil ainda neste ano. Foto: Divulgação.

Pela primeira vez, ônibus chineses elétricos vão operar no Japão
Veículos movidos por baterias são da BYD, empresa que vai iniciar fabricação de baterias e chassis no Brasil
ADAMO BAZANI – CBN
Os ônibus elétricos chineses romperam mais uma barreira. Desta vez na própria Ásia: pela primeira vez, este tipo de ônibus feito na China vai circular no Japão.
A BYD – Build Your Dream Company Limited anunciou nesta semana que cinco unidades de um modelo de ônibus elétrico chinês foram adquiridas para o serviço de transportes urbanos de Kyoto, antiga capital japonesa.
Os ônibus são 100% elétricos e dependem apenas de baterias que armazenam a energia para se mover. As emissões de gases poluentes na operação são zero e o nível de ruído é bem abaixo dos ônibus convencionais ou mesmo dos elétricos híbridos.
Os veículos vão operar pela Kyotokyukou Bus Inc.
Gerente geral do segmento de automóveis da BYD para a Ásia e Pacífico, Liu Xueliang, disse, em nota da fabricante, que a venda significa avanços tanto para Kyoto como para a própria empresa.
“O mercado japonês tem exigências rigorosas para a tecnologia e qualidade, a entrega dos ônibus BYD significa um grande reconhecimento para BYD, bem como para a tecnologia e qualidade da China. Acreditamos que a BYD ônibus elétrico poderia proporcionar experiências mais confortáveis e de transporte mais ecológico para os cidadãos em Kyoto. ” – disse Xueliang.
Com baterias de fosfato de ferro, o ônibus tem conceito de frenagem regenerativa, que aproveita a energia que seria desperdiçada quando o veículo freia, e a autonomia pode ser de em torno de 250 quilômetros com uma única carga completa.
No Brasil, a empresa deve inaugurar ainda neste ano uma fábrica de baterias e chassis de ônibus em Campinas, no interior Paulista.
A chinesa busca mercado no País e já testou o ônibus em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Palmas, Curitiba, Distrito Federal, Goiânia, Campinas, Sorocaba e Piracicaba.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Enquanto isso Sampa.

    ZZzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta