Híbrido em Campinas pode economizar R$ 15,8 mil de diesel ao ano, diz Transurc

elétrico híbrido

Ônibus elétrico híbrido testado em Campinas, no interior de São Paulo. Segundo associação das empresas da cidade, economia com diesel por ano pode chegar a R$ 15,8 mil. Foto: Gustavo Magnusson/Transurc

Elétrico híbrido em Campinas apresenta redução de consumo que pode representar R$ 15 mil de economia por ano
Testes ocorrem desde o início do mês. Veículo da Volvo pode reduzir em 50% a emissão de poluentes
ADAMO BAZANI – CBN
A Transurc – Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas, no interior paulista, divulgou os resultados parciais dos testes com um ônibus elétrico híbrido da marca Volvo com carroceria Viale, da Marcopolo.
O modelo percorre pela Itajaí Transportes, desde o início de fevereiro, a linha 2.20 Terminal Campo Grande, que possui aproximadamente 40 quilômetros de extensão e 89 paradas, incluindo vias como John Boyd Dunlop, Sales de Oliveira, José Paulino, Barão de Itapura e Aquidabã.
Segundo a Transurc, em nota, o ônibus apresentou redução no consumo de diesel que, pelos preços atuais do litro, pode representar economia de R$ 15,8 mil por ano. Enquanto um ônibus convencional na linha faz 2,5 quilômetros por litro, o elétrico híbrido na 2.20 teve um consumo médio de 2,95 quilômetros por litro.
A redução de consumo é um resultado necessário para tornar o veículo economicamente viável, já que o modelo é em torno de 25% mais caro que ônibus movidos somente a diesel do mesmo padrão.
A emissão de poluentes, que além de trazer benefícios ao meio ambiente também contribui para a diminuição gradativa dos gastos com saúde pública, pode ser reduzida em até 50% em média.
O ônibus da Volvo usa a tecnologia híbrida paralela. São dois motores, um elétrico e outro diesel.
O motor elétrico move o ônibus nas arrancadas e até 20 quilômetros por hora, situações onde há maior consumo de diesel e maiores emissões em veículos convencionais, segundo a fabricante.
Após este limite, é o motor diesel responsável pela movimentação do ônibus. Este propulsor também gera a energia para o motor elétrico. O sistema também aproveita a energia gerada nos processos de frenagem.
Existe no Brasil, outra tecnologia de ônibus deste tipo. A tecnologia híbrida em série consiste também em dois motores. Mas o tempo todo, o motor elétrico é o responsável pela tração do ônibus. O motor diesel (ou outro combustível) funciona também ininterruptamente, mas apenas como gerador de energia para o propulsor elétrico. O sistema também aproveita a energia gerada nas frenagens. A tecnologia híbrida paralela é encontrada em ônibus da Eletra, de São Bernardo do Campo.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Híbrido em Campinas pode economizar R$ 15,8 mil de diesel ao ano, diz Transurc

  1. Amigos, boa noite.

    Alem de Sampa nao ter um Vialle desse da foto, nem para testes roda um maquinao desse aqui em Sampa.

    Zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: