Câmara aprova orçamento de São Paulo. Mobilidade urbana terá mais recursos

ônibus

Ônibus em São Paulo. Câmara aprova Orçamento do Município em sessão extraordinária. Corredores de ônibus e subsídios às empresas receberão uma boa parte dos recursos públicos. Foto: Adamo Bazani.

Câmara de São Paulo aprova Orçamento. Mobilidade urbana será uma das áreas com mais recursos
Setor vai contar com R$ 1,034 bilhão e maior parte dos investimentos será para corredores de ônibus. TEG – Transporte Escolar Gratuito também teve aumento de recursos
ADAMO BAZANI – CBN
Após mais de três horas de discussão, a Câmara Municipal aprovou no início da noite desta sexta-feira em sessão extraordinária, o Orçamento de São Paulo para 2015, apresentado pelo prefeito Fernando Haddad.
A prefeitura prevê arrecadar no ano que vem R$ 51,39 bilhões. O valor é R$ 61 milhões a mais do que a previsão inicial.
“R$ 30 milhões são provenientes de um contrato da prefeitura com o Banco do Brasil, que passou de R$ 550 milhões para R$ 580 milhões. Os outros R$ 31 milhões são por conta do prazo do PPI (Programa de Parcelamento Incentivado), aprovado ontem aqui na Câmara (PL 384/2014). Poderia aderir ao parcelamento quem tinha dívida ativa até o ano de 2012 e agora passou para 2013”, explicou o vereador Ricardo Nunes (PMDB), relator do orçamento, em nota da Câmara Municipal.
O orçamento tem várias fontes, como arrecadação de impostos, pagamento de dívidas à prefeitura, multas e transferências do Estado e do Governo Federal.
Destes R$ 51,39 bilhões, a administração pretende usar R$ 7,8 milhões para investimentos.
As áreas que tiveram aumentos mais significativos de previsão de recursos são drenagem (48%), moradia (47%) e mobilidade urbana (375)
CORREDORES DE ÔNIBUS:
Somente para os transportes, devem ser destinados R$ 1,034 bilhão em investimentos, principalmente para a reforma e construção de corredores de ônibus. A meta da gestão é entregar até 2016, 150 quilômetros destes espaços que, se bem planejados e forem mesmo do modelo de trânsito rápido (BRT) oferecem mais conforto aos passageiros nos embarques e desembarques com estações em vez de pontos comuns, áreas de ultrapassagem, aumento na velocidade operacional dos ônibus e real separação dos demais veículos.
A licitação dos corredores sofreu atrasos e teve de ser desmembrada após parecer do TCM – Tribunal de Contas do Município que entendeu que a prefeitura, à época, não comprovou a origem dos recursos para estas vias de ônibus.
SUBSÍDIOS ÀS EMPRESAS DE ÔNIBUS:
Ainda em relação aos transportes, está no Orçamento do Município de São Paulo a previsão do pagamento de R$ 1,4 bilhão como subsídio às empresas e cooperativas de ônibus.
O valor é o mesmo previsto para este ano. No entanto, como em 2013 houve congelamento da tarifa e neste ano, de eleições, não houve aumento, este valor em 2014 deve chegar a R$ 1,7 bilhão.
Com este orçamento de R$ 1,4 bilhão em subsídios, a prefeitura indica que a passagem de ônibus já no início de 2015 deve ser definida em torno de R$ 3,40.
TEG – TRANSPORTE ESCOLAR GRATUITO:
Também houve aumento nas verbas destinadas ao financiamento do TEG – Transporte Escolar Gratuito prestado por donos de vans, miniônibus e micro-ônibus.
Os recursos para o TEG aumentaram em R$ 20 milhões, passando de R$ 128 milhões para R$ 148 milhões em 2015.
O Projeto de Lei (PL) 467/2014, que define o orçamento da cidade para o próximo ano, teve 41 votos favoráveis e nove contrários.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

3 comentários em Câmara aprova orçamento de São Paulo. Mobilidade urbana terá mais recursos

  1. Muito bom saber disso no quesito do transporte público,espero que saim os corredores mesmo como previsto.

  2. Amigos, bom dia.

    A unica coisa que aprovam e mais aumentos para os contribuintes, o que precisa medmo ser feito nada.

    Quando comecara a operar a FAZEDORIIA DO BRASIL.

    Falando nisso,:

    Quando comecara a operar o AEROTREM ?????????

    Adamo, sugiro uma matrria sobre quando sera iniciada a operacao total do AEROTREM.

    Sera que tem gato nessa tumba ???????????

    Qual o valor do prejuizo social e financeiro criafo pelo AEROTREM ate 20.12.14 ????

    Att,

    Paulo Gil

  3. Paulo Gil é mais fácil siar a linha 18 que o Aero Trem,agora que foi cancelada novamente a licitação dos corredores em SP pela incompetência da SPTrans continuara a novela de sempre atrasos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: