Noventa por cento das capitais vão aumentar tarifa até fevereiro, diz presidente da Frente de Prefeitos

Noventa por cento das capitais vão aumentar tarifas de ônibus até fevereiro
Declaração é do prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, presidente da Frente Nacional de Prefeitos.
O prefeito de Porto Alegre e presidente da Frente Nacional de Prefeitos, José Fortunati (PDT), afirma que a maioria das capitais e cidades de regiões metropolitanas deve adotar reajustes de tarifas de ônibus no início de 2015. O valor do aumento deve acompanhar a inflação, em torno de 6% a 7%.
“O reajuste é inevitável. Se congelarmos as tarifas do transporte coletivo, nós começamos a sucatear o sistema. Ou então começamos a ter que tirar [dinheiro] da saúde, da educação”, diz Fortunati ao programa “Poder e Política“, do UOL.
Nenhum prefeito deverá aceitar desta vez, como no início de 2013, adiar os reajustes para ajudar no controle da inflação. Naquele ano, a correção das tarifas fora de época acabou sendo um dos fatores propulsores das manifestações de rua em todo o país.
Os reajustes de tarifas de ônibus no início de 2015 tornam o cenário político ainda mais negativo do que foi em 2013. Para Fortunati, 59 anos, um dos quadros mais qualificados do PDT, as descobertas de corrupção na Petrobras alimentam o sentimento difuso de insatisfação das pessoas.
CONFIRA OS TRECHOS DA ENTREVISTA SOBRE AUMENTOI NAS TARIFAS DE ÔNIBUS:
Em 2013, falou-se muito em passe livre para todos. Esse tipo de proposta é inviável?
Inviável. Nós da Frente Nacional de Prefeitos procuramos realizar vários cenários. Discutimos tanto no Senado Federal. O senador Renan Calheiros [PMDB-AL] tinha uma proposta sobre isso. Buscamos assessoria técnica. Estivemos no Poder Executivo federal, discutimos com o Ministério da Fazenda. E chegamos à conclusão que passe livre de forma ampla seria algo absolutamente impensável. Não existem recursos para que isso aconteça.
Nós propusemos, e achamos que é uma proposta razoável, o chamado passe livre com corte social. Poderíamos atender desempregados, donas de casa, estudantes com um limite de renda. O impacto no país poderia chegar a R$ 3 bilhões, o que seria até adequado, desde que financiado pelo governo federal. Os municípios não têm como fazer isso.
Porto Alegre vai aumentar a tarifa do ônibus?
Vai.
Quando deve ser aplicado o aumento?
Felizmente, nesse processo de 2013, acabamos desnudando de forma transparente a planilha que calcula a tarifa do transporte coletivo. Tivemos inúmeras audiências no Tribunal de Contas, Ministério Público, Poder Judiciário, Câmara de Vereadores. Tenho hoje convicção de que a planilha do transporte coletivo de Porto Alegre é uma das mais transparentes do país.
Temos uma lei municipal que diz “depois do dissídio coletivo da categoria dos rodoviários, que acontece em janeiro, em seguida aplica-se à tabela, no início de fevereiro”. Então, vamos aplicar todos os itens: óleo, combustível, carroceria, pneus, salário. Será uma planilha técnica.
A sua estimativa é que fique próximo da taxa de inflação de 2014?
Essa é a minha expectativa. Nós não calculamos ainda porque estamos esperando fechar o mês de dezembro. É claro que há um componente que foge à nossa governança que é a negociação salarial entre patrões e empregados, rodoviários e empresários.
Conversando com os seus colegas prefeitos de capitais, ouviu de algum deles a possibilidade de não aplicar reajuste no começo de 2015?
Não. Os únicos que não irão aplicar no início de 2015 é porque, por uma questão histórica, o reajuste se dá mais próximo à metade do ano. Mas entre os que têm estabelecido por lei ou por critério histórico o reajuste no início do ano, todos deverão aplicar o reajuste.
Ou seja, São Paulo, Rio de Janeiro são assim, Porto Alegre é assim…
…Belo Horizonte é assim.
As principais capitais?
As principais capitais estarão reajustando. Na região metropolitana de São Paulo, 90% ou talvez mais das cidades reajustem no mês de janeiro e fevereiro.

1 comentário em Noventa por cento das capitais vão aumentar tarifa até fevereiro, diz presidente da Frente de Prefeitos

  1. Amigos, bom dia.

    Demorouuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu.

    Mais uma PREVISÍVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL.

    Depois querem eficiência das operadoras.

    Desse jeito (sem aumento) como e quando ?

    NUNCA !

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: