Número de reclamações sobre serviços de ônibus em São Paulo cai 45%

ônibus

Ônibus em São Paulo. Número de reclamações sobre os cinco principais problemas do sistema caiu 45%. Especialistas, no entanto, pedem cautela na análise e interpretação dos dados. Foto: Adamo Bazani

Número de reclamações sobre serviços de ônibus em São Paulo cai 45%
Dado da SPTrans só leva em conta as cinco principais queixas
ADAMO BAZANI – CBN
O número de reclamações sobre os serviços de ônibus na Capital Paulista no acumulado entre janeiro e setembro, o dado mais recente da gerenciadora de transportes SPTrans, caiu 45%.
Nos nove primeiros meses de 2013 foram 73 mil 037 queixas registradas ante 40 mil 118 em igual período deste ano.
Vale ressaltar que a SPTrans apenas informou para comparação os cinco principais motivos de reclamações:
– Intervalo Excessivo;
– Motorista que não para no ponto quando solicitado, tanto para embarque e desembarque;
– Conduta inadequada de motoristas, cobradores e fiscais;
– Direção perigosa;
– Descumprimento de partidas.
Ainda segundo o levantamento da SPTrans – São Paulo, o item que teve maior redução na quantidade de reclamações foi o intervalo excessivo, com redução de 59%, de 30 mil 587 queixas entre janeiro e setembro do ano passado ante 12 mil 615 neste ano.
Em segundo lugar no número de reclamações aparece a não parada para embarque e desembarque quando solicitada.
A queda foi de 41%, passando de 19 mil 341 em 2013 para 11 mil 341 entre janeiro e setembro deste ano.
Direção perigosa teve redução no número de reclamações de 38% e conduta inadequada de operadores de 29%.
O descumprimento de partidas registrou baixa de 10% no número de reclamações, passando de 3 mil 932 para 4 mil 391.
VERSÕES E EXPLICAÇÕES:
SPTrans:
A gerenciadora de transportes diz que a queda no número de reclamações se deve às medias em prol da mobilidade urbana, como criação de faixas de ônibus que ao darem preferência ao transporte coletivo no espaço urbano permitem com que os veículos consigam uma melhor velocidade operacional, reduzindo os atrasos e conseguindo cumprir as viagens.
SPUrbanuss:
O sindicato das empresas de ônibus diz que o setor realiza investimentos para melhoria na prestação de serviços, como em qualificação de pessoal e na frota. Há cursos de direção defensiva nas garagens a cada seis meses.
Especialistas:
A Ernest & Young, empresa contratada pela prefeitura para fazer uma auditoria nas contas e na qualidade das operações na capital aponta graves falhas de prestação de serviços, como lotação acima do ideal chegando a sete pessoas por metro quadrado, índice de 10,5% de não cumprimento das viagens, que mesmo assim são remuneradas, e frota com idade mais alta que a média estipulada em contrato. Desta forma, com as faixas exclusivas o que pode ocorrer é uma percepção do passageiro que o serviço melhorou, mas isso deve ser comprovado com dados atualizados sobre os ganhos de velocidade. Segundo a CET e SPTrans, a velocidade dos ônibus em setembro subiu em média 68,7% quando começaram a circular pelas faixas inauguradas de janeiro a agosto, passando de 12,4 km/h para 20,8 km/h.
Outro fator importante sobre a queda no número de queixas é que, diante da falta de solução de alguns problemas crônicos no sistema, como longos intervalos e lotação, os passageiros simplesmente desistiram deixaram de registrar reclamações.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Número de reclamações sobre serviços de ônibus em São Paulo cai 45%

  1. Boa tarde!!

    Mas é claaaro que caiu!! Não fazem mais pesquisas nos extremos da cidade

    É muito facil fazer pesquisa para pessoas que estão dentro de um ônibus com ar condicionado perguntando se estão gostando da viagem.

    Dêem uma passada no Grajaú, Parelheiros, Jd.Angela, Cidade Tiradentes, etc; e perguntem como está o transporte por lá.

    Também é muito facil fazer essa pesquisa na época de férias!!

    Duvido que isso representará essa “queda” de 45%

  2. Amigos, bom dia.

    Resultado PREVISIVELLLLLLLLLLLLLLLLLL.

    Afinal, não adianta reclamar.

    A resposta padrão é sempre a mesma.

    Nem vale o trabalho de copiar e colar a resposta padrão.

    Eu desisti, minhas reclamações caíram 100%.

    Cansei, a fiscalizadora venceu.

    Falando em reclamação e o AEROTREM quando ele vai sair do chão ?????

    Alguém sabe, ou é mistéeeeeeeerio ?????

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: