Ônibus e caminhões: indústria quer prolongamento do PSI

ônibus

Queda de vendas e produção de ônibus e caminhões pode persistir em 2015. Indústria quer prolongamento do PSI para que o mercado se recupere. Foto: Adamo Bazani

Fabricantes querem extensão do PSI até março de 2015
Termina nesta sexta-feira o prazo para que os últimos contratos de financiamento sejam aceitos pelo BNDES
ADAMO BAZANI – CBN
A indústria de bens de capital, incluindo os produtores de ônibus e caminhões, solicitou ao Ministério da Fazenda o prolongamento do PSI – Programa de Sustentação do Investimento até março de 2015 com as atuais condições.
O PSI possibilita financiamentos com prazos e juros mais interessantes com recursos do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.
Termina nesta sexta-feira, dia 05 de dezembro de 2014, o prazo para que os últimos contratos sejam aceitos pelo BNDES.
Pelo PSI é possível financiar até 100 por cento do bem com juros de 6% ao ano. A diferença entre esta taxa de juros e a inflação é uma espécie de subsídio do Governo Federal para a aquisição de máquinas, equipamentos, caminhões e ônibus. Há também financiamentos para as áreas de pesquisa, inovação e engenharia.
O mercado de ônibus e caminhões teme que se crie uma espécie de “buraco” no primeiro trimestre de 2015, impedindo uma recuperação das vendas e produção.
Os frotistas dificilmente devem voltar a comprar um volume significativo de veículos se não for prolongado o modelo atual de financiamento ou definida outra condição que também possa parecer vantajosa.
Férias coletivas, corte de produção, afastamento temporário de trabalhadores são realidades enfrentadas por fabricantes e trabalhadores do setor de veículos comerciais pesados.
Há temor em relação a demissões e redução de investimentos.
De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira, dia 04 de dezembro de 2014, pela Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, a produção de caminhões caiu 24,2% e a de ônibus teve recuo de 15,9% entre janeiro e novembro, em comparação com o mesmo período do ano passado. Acompanhe detalhes do desempenho da produção de ônibus: https://blogpontodeonibus.wordpress.com/2014/12/04/producao-de-onibus-cai-159-economia-fraca-e-insegurancas-em-licitacoes/
O PSI foi criado em 2009 pelo Governo Federal para frear os impactos na indústria da recessão mundial que começou em 2008 com a crise de créditos imobiliários nos Estados Unidos, o que acabou afetando também a Europa.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: