Biarticulados começam a circular no Rio de Janeiro na próxima semana

biarticulado

Ônibus biarticulados começam a circular do Rio de Janeiro. Se veículos apresentarem bons retornos operacionais, econômicos e de satisfação por parte do passageiro, novas unidades devem integrar os sistemas de corredores BRTs na cidade. Foto: Divulgação Volvo – Matéria: Adamo Bazani

Biarticulados começam a circular no Rio de Janeiro na próxima semana
Dependo dos resultados, mais unidades passam a integrar a frota da cidade
ADAMO BAZANI – CBN
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, participou nesta sexta-feira, dia 19 de setembro de 2014, da apresentação dos dois ônibus biarticulados que a partir da próxima semana passam a operar no BRT Transoeste.
Os veículos serão testados em relação ao comportamento operacional, relação custo/benefício, capacidade de atendimento e satisfação do passageiro, podendo ser adquiridas novas unidades.
Em nota da prefeitura do Rio de Janeiro, o secretário municipal de transportes, Alexandre Sansão, fala de algumas vantagens do modelo:
“Em meados da semana que vem vamos começar a operar esses dois novos biarticulados. Esses veículos, como têm capacidade para 270 pessoas, são muito adequados para o serviço direto, que não para e transporta muita gente. Eles consomem 30% a mais de combustível do que os ônibus normais do BRT, mas também transportam 50% a mais de passageiros, o que mostra sua eficiência. Para aproveitarmos bem essa eficiência escolhemos a linha mais adequada a essas características, que é o trajeto Alvorada/Mato Alto (Transoeste), a linha direta que transporta a maior quantidade de pessoas no BRT.”
Ainda na nota, a prefeitura explica que o trecho onde devem ocorrer os testes com os passageiros é indicado para um veículo deste porte:
“A opção por iniciar o serviço dos biarticulados no BRT Transoeste também foi tomada levando-se em conta o percurso, que possui menos curvas, de mais fácil adaptação para os motoristas. O BRT Transcarioca, por possuir mais curvas, exige um treinamento mais duradouro dos motoristas de adaptação aos novos veículos.”
Os ônibus são do modelo Volvo B 340M, com carroceria Neobus Mega BRT.
Os veículos têm cada um 28 metros de comprimento e capacidade para transportar de uma só vez 270 passageiros.
A Volvo, também por nota, destaca alguns dos diferenciais do ônibus:
“Os ônibus biarticulados que entraram em circulação no Rio de Janeiro são equipados com caixa de transmissão automática, freio a disco e EBS, um sistema de controle eletrônico dos freios que oferece mais eficiência e estabilidade às frenagens. Estes itens garantem segurança à operação, conforto aos passageiros e diminuem o desgaste dos componentes, reduzindo os custos de manutenção. O modelo possui controle de aceleração inteligente, que otimiza o consumo de combustível. A tecnologia garante que somente a potência necessária seja empregada nos arranques e retomadas de velocidade, de acordo com o peso do veículo, evitando aceleração acima do necessário. Outra vantagem é que o biarticulado possui menor raio de giro que o ônibus articulado, melhorando a dirigibilidade e garantindo manobras mais tranquilas.”
Ônibus deste porte são usados desde 2011 em Curitiba, que já contava desde 1992 com biarticulados, mas menores.
Na nota da Volvo, o presidente de uma das empresas do Paraná, Maurício Gulin, a Viação Cidade Sorriso, diz que os biarticulados trazem vantagens não só operacionais, mas como econômicas para os serviços urbanos
“Em nossa operação nas canaletas do BRT de Curitiba, o uso de veículos biarticulados faz com que um número maior de passageiros seja transportado simultaneamente. Um biarticulado faz o papel de dois articulados de 18,6m, diminuindo o número de mão de obra operacional, o consumo em total de litros, e a quantidade de pneus rodando”
A cidade do Rio de Janeiro tem hoje dois sistemas de BRT em operação, detalhados pela prefeitura:
TRANSCARIOCA
Inaugurada em junho deste ano, a Transcarioca transporta atualmente 158 mil passageiros por dia, devendo chegar aos 320 mil ao final da implantação da terceira e última etapa. Primeiro corredor de alta capacidade no sentido transversal da cidade, a Transcarioca liga a Barra da Tijuca à Ilha do Governador (Aeroporto Internacional Tom Jobim) e já reduziu em 60% o tempo de viagem por ônibus no trecho. São 39 quilômetros de extensão, com 10 viadutos (sendo um estaiado), nove pontes (duas estaiadas), três mergulhões, 47 estações e cinco terminais, passando por 27 bairros como Curicica, Taquara, Tanque, Praça Seca, Campinho, Madureira, Vaz Lobo, Vicente de Carvalho, Vila da Penha, Penha, Olaria e Ramos.
TRANSOESTE
O BRT Transoeste, inaugurado em junho de 2012, é o primeiro corredor expresso em operação no Rio de Janeiro, e em sua primeira fase já conta com 56 km e 56 estações, conectando o Terminal Alvorada a Santa Cruz e Campo Grande, transportando 192 mil passageiros por dia. Sua operação já trouxe benefícios para milhões de usuários, com a redução do tempo de viagem quase pela metade entre Santa Cruz e a Barra da Tijuca. A segunda fase, em um trecho de 7 km, deve entrar em operação até 2016. A Transoeste já está integrada com o corredor Transcarioca, que o liga com o metrô, e futuramente terá a integração com a Transolímpica.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Biarticulados começam a circular no Rio de Janeiro na próxima semana

  1. Amigos, boa noite.

    Enquanto isso, Sampa…

    ZzzzzZzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    Mas o trucadinho e um bom produto, o RJ deve testar, pois ele e bem mais pratico do que o linguicao.

    Att,

    Paulo Gil

  2. E São Paulo bem atrasado pra variar,se os corredores saírem mesmo veremos daqui uns três anos como sera SP.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: