Prefeitura de São Paulo abre consulta pública para ônibus terem câmeras que multam

ônibus

Ônibus em São Paulo. Prefeitura abre consulta pública para colocar câmeras que multam nos veículos. FOTO: Adamo Bazani

Prefeitura abre consulta pública para ônibus terem câmeras que multam
Ao todo devem ser 300 equipamentos que vão flagrar diversas irregularidades
ADAMO BAZANI – CBN
A Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo abriu consulta pública para a colocação de 300 câmeras dentro dos ônibus da cidade para multar irregularidades como invasão de faixas exclusivas e corredores.
O custo deve ser de R$ 43 milhões 178 mil 796 e 48 centavos por dois anos.
Multar por desrespeito ao rodízio de veículos e identificar carros em situação irregular, como sem licenciamento e inspeção veocular, serão outras funções dos equipamentos nos ônibus.
Não há prazo para a instalação das câmeras, mas a consulta deve definir os modelos de aparelhos e de operação.
Também devem ser definidas as regas de licitação.
A prefeitura já tinha esta medida como uma das alternativas para fiscalização de trânsito.
Ainda há questões jurídicas a serem respondidas sobre a possibilidade de os ônibus terem as câmeras que funcionarão como radares móveis.
De acordo com o Denatran – Departamento Nacional de Trânsito, este tipo de autuação é permitida.
Não deve haver alterações no contrato com as empresas de ônibus, já que os veículos vão apenas receber os equipamentos, mas a responsabilidade será das companhias que vão fornecer e operar as câmeras e da prefeitura.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Prefeitura de São Paulo abre consulta pública para ônibus terem câmeras que multam

  1. Amigos, boa noite

    Para um custo de 44 milhoes, qual e o retorno esperado ?

    Ja se tem esses valores.

    Alem do mais, esta ideia nao dara certo, pelos seguintes motivos:

    – Faixas com demarcacso errada ate hoje;

    – Resultado impreciso, pois depois de alguns meses rodando dia e noite as cameras ficaram zuretas;

    – Numa fila de carrosna faixa, so o ultimo sera penalizado;

    – Horarios de faixas ainda imprecisod;

    – Pouca sinalizacaocom os horarios;

    E por ai vai.

    Alem disso dada a polemica do tema poderagerar muitas discucoes judiciais.

    Apliquem essa verba nos corredores, seramais util.

    Att,
    Paulo Gil

  2. Corrigindo:

    Discussoes.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: